Depressão, ansiedade e dores musculares aumentaram na pandemia

0
170
Foto: Internet

Acupuntura e outras técnicas podem ajudar no alívio dos sintomas e melhora global dessas condições

Um estudo publicado no The Lancet, recentemente, apontou que a pandemia do Covid-19 levou ao aumento global da depressão e da ansiedade. De acordo com a pesquisa, o aumento de casos de depressão de 2019 para 2020 foi de 28% e de ansiedade de 26%.
O problema é que a depressão e a ansiedade, como alguns outros transtornos mentais, nunca vêm sozinhos. Em muitos casos, há presença de dores crônicas e outras condições físicas.
Um estudo realizado pelo Instituto de Psiquiatria (IPq) do Hospital das Clínicas de São Paulo, mostrou que mais da metade das pessoas com transtornos do humor apresenta dores crônicas.
Para o médico especialista em acupuntura, Dr. Eduardo Costa Neto, o agravante da pandemia é que as pessoas ficaram paradas, sem se movimentar.
“Na verdade, é uma somatória de acontecimentos. Normalmente, quem tem depressão costuma não ter energia para se exercitar. Com a necessidade de ficar em casa, a inatividade, certamente, foi ainda maior”.
“Já para os ansiosos, as dores podem estar relacionadas ao aumento do estresse e da tensão, já que normalmente quem sofre com a ansiedade acaba sendo mais agitado”, diz o médico. (Leda Sangiorgio – [email protected])

Deixe uma resposta