Dentista ensina 3 técnicas caseiras para aliviar a dor de dente

0
519
Foto: Divulgação - Dentista Pamela Pironi

Dentista Pamela Pironi também listou sintomas que indicam a necessidade de um tratamento dentário de canal 

A dor de dente pode ter diversas causas, como cárie, inflamação na gengiva, desgaste do esmalte, entre outras, e somente o dentista pode fazer o diagnóstico. Mas às vezes, ela surge do nada e te pega em cheio, como no meio da noite. Mas não precisa se desesperar, já que é possível aliviá-la até que você consiga ajuda de um profissional.

A dentista listou algumas dicas práticas de soluções caseiras para aliviar a dor de dente

1. Compressas frias

“Se sua dor de dente vier junto com inchaço, segurar uma compressa fria na parte de fora de sua bochecha (alternando 20 minutos com compressa e 20 minutos sem) pode dar algum alívio. O frio ajuda a amortecer a área, o que pode aliviar a dor de dente. Ele também ajuda a reduzir o inchaço e a inflamação, segundo explicação (em inglês) da Johns Hopkins Medicine .Compressas frias podem oferecer alívio temporário e te ajudar a voltar a dormir, mas elas não vão resolver a causa da sua dor de dente (veja porque você pode sentir dor de dente). Se você tiver alguma cavidade ou algum outro problema dentário, ela não vai melhorar até que você consulte seu(a) dentista”.

2. Enxágue com água salgada

“Se o dente dói e sua gengiva está inchada, enxaguar a boca com água morna salgada pode proporcionar algum alívio:

Adicione duas colheres de chá de sal para um copo de água morna,

Bocheche a mistura em sua boca e depois cuspa.

Embora tanto a água fria quanto a quente possam ser desconfortáveis quando você está com dor de dente, a água morna é calmante. Isso porque a água morna ajuda a aliviar a dor, e o sal contribui para reduzir o inchaço em seu tecido gengival. Mas, não se esqueça: estes efeitos são apenas temporários”.

3. Remédios para dor de dente

“Os analgésicos podem dar algum conforto enquanto você encontra tempo para ir ao consultório, mas, assim como as outras soluções, eles são apenas temporários. Se você não procurar tratamento, sua dor de dente pode piorar. Lembrando que a automedicação não é recomendada”.

Muitas pessoas ao sentirem dor de dente ficam preocupadas se precisarão passar por um tratamento de canal. Pamela falou quando o procedimento é indicado.

“O tratamento de canal é recomendado quando a polpa do dente, que é a parte interna onde se encontram os nervos e vasos sanguíneos, está inflamada ou infectada. Essa inflamação ou infecção pode ser causada por cáries profundas, traumas no dente, dentes trincados, entre outras situações. Embora o tratamento de canal seja um procedimento comum e seguro, pode ser difícil saber quando é necessário realizá-lo. Porém, existem sintomas que indicam a necessidade de um tratamento de canal, como dor, sensibilidade, inchaço, mudança na cor do dente e gosto ruim. Além disso, avanços significativos na tecnologia odontológica tornaram o tratamento de canal menos invasivo e mais eficiente. Abordarei a seguir os sintomas que indicam a necessidade de um tratamento de canal e os avanços tecnológicos que tornaram esse procedimento mais confortável e eficaz”

Existem vários sintomas que podem indicar a necessidade de um tratamento de canal. A dentista listou alguns deles. “O sintoma mais comum é dor, que pode variar de leve a intensa. A dor pode ser constante ou intermitente e pode piorar ao morder ou mastigar alimentos. A sensibilidade também é um sintoma comum, e o dente pode ficar sensível ao calor, frio ou doces. A inflamação e a infecção associadas a um dente danificado podem causar inchaço na área ao redor do dente afetado. Outro sintoma é a mudança na cor do dente, que pode ficar mais escuro ou descolorido em comparação com os outros dentes. Um gosto ruim ou odor na boca também pode estar presente.Se um paciente apresentar algum dos sintomas acima, é importante consultar um dentista imediatamente. O dentista realizará um exame clínico e radiográfico para determinar se um tratamento de canal é necessário. Durante o exame clínico, o dentista pode testar a sensibilidade do dente e verificar se há dor ao pressionar ou bater no dente. O exame radiográfico pode ajudar a identificar o problema dentro do dente, como uma infecção ou inflamação”.

Se for determinado que um tratamento de canal é necessário, o dentista começará o procedimento removendo a polpa danificada do dente, de acordo com a profissional. “Em seguida, o espaço vazio é preenchido com um material de enchimento e, em alguns casos, uma coroa é colocada sobre o dente para protegê-lo e restaurar sua aparência e função”, completa.

A dentista fala que nos últimos anos, houve avanços significativos no tratamento de canal, tornando-o mais eficiente e menos invasivo. “Um desses avanços é o tratamento em seção única, também conhecido como tratamento de canal em uma única visita. Este procedimento envolve a remoção da polpa danificada e a limpeza do canal do dente em uma única sessão, em vez de várias visitas. Isso pode reduzir o tempo necessário para o tratamento e minimizar o desconforto do paciente. O uso do motor rotatório é uma técnica avançada no tratamento endodôntico que oferece vários benefícios em relação às técnicas manuais tradicionais. O principal benefício é a maior eficiência e precisão no preparo do canal radicular’, destaca.

“O motor rotatório é equipado com uma lima rotativa que possui uma geometria específica para o preparo do canal radicular. A lima é acionada pelo motor e gira em alta velocidade, permitindo um preparo mais rápido e preciso do canal. Isso reduz o tempo necessário para a realização do tratamento, o que é uma grande vantagem tanto para os dentistas quanto para os pacientes.Além disso, a utilização do motor rotatório reduz a fadiga do dentista, pois o trabalho manual repetitivo é substituído por um movimento suave e contínuo, controlado pelo motor. Isso também aumenta a segurança do procedimento, reduzindo a probabilidade de erros e complicações”, acrescenta.

Outro benefício do uso do motor rotatório, de acordo com Pamela, é a possibilidade de se obter uma maior desinfecção do canal radicular, já que a lima rotatória é capaz de chegar mais profundamente nos canais e remover mais detritos e bactérias do que uma lima manual. “Isso é particularmente importante em casos de canais radiculares curvos ou calcificados, onde o acesso é mais difícil.O uso do motor rotatório oferece mais eficiência, precisão, segurança e conforto no tratamento endodôntico, o que pode resultar em um tratamento mais rápido e efetivo, com menor risco de complicações e maior satisfação do paciente”.

Ela citou outro avanço importante no tratamento de canal. “Os microscópios permitem que o dentista veja o interior do dente com maior clareza e detalhes, o que pode melhorar a precisão do procedimento. Além disso, os microscópios permitem que o dentista use instrumentos mais finos e delicados para limpar o canal do dente, o que pode reduzir a necessidade de remoção de tecido dental saudável”.

Pironi ressalta que utra tecnologia que tem sido usada no tratamento de canal é a obturação termoplástica. “Ela é usada para preencher o espaço vazio após a remoção da polpa danificada. Esse método utiliza um material de enchimento termoplástico que é aquecido para se tornar maleável e, em seguida, inserido no canal do dente. O material é, então, endurecido usando uma luz especial. Esse método de preenchimento pode ser mais eficaz do que os métodos tradicionais, pois o material é mais facilmente moldado e se adapta melhor às curvas do canal do dente”.

Os avanços tecnológicos no tratamento de canal têm melhorado significativamente a eficiência e a precisão deste procedimento. “O tratamento em seção única, o uso de microscópios e a obturação termoplástica são algumas das tecnologias que têm sido usadas para tornar o tratamento de canal menos invasivo e mais confortável para o paciente. Se você precisar de um tratamento de canal, é importante conversar com seu dentista sobre as opções disponíveis e escolher um profissional que esteja atualizado com as mais recentes tecnologias e técnicas”.

“O tratamento de canal é um procedimento importante para manter a saúde dental. É importante estar ciente dos sintomas que indicam a necessidade de um tratamento de canal, como dor, sensibilidade, inchaço, mudança na cor do dente e gosto ruim. Se você estiver experimentando algum desses sintomas, é importante consultar um dentista imediatamente para avaliar a necessidade de um tratamento de canal. Com um diagnóstico preciso e um tratamento oportuno, é possível evitar complicações”, pontua.

“Com o aumento constante de investimento em tecnologias avançadas, temos conseguido um maior conforto e satisfação dos pacientes, aqui no Consultório, no tratamento de canal, tornando o procedimento mais seguro e ágil”, finaliza.

(Thiago Martins de Freitas – VH Assessoria)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.