Demandas dos araraquarenses são apresentadas à comissão da Alesp

0
229

Audiência pública realizada na Câmara discutiu os aprimoramentos necessários para a peça orçamentária estadual do próximo ano

A Câmara Municipal de Araraquara sediou, na segunda-feira (27), audiência pública com a finalidade de aprimorar a Proposta de Lei Orçamentária Estadual para o ano de 2022. O evento, realizado pela Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp), foi conduzido pela deputada estadual Márcia Lia (PT) e contou com a participação do presidente da Comissão de Finanças, Orçamento e Planejamento da Alesp, deputado Gilmaci Santos (Republicanos), do presidente da Câmara, Aluisio Boi (MDB), dos vereadores Luna Meyer (PDT) e Hugo Adorno (Republicanos), e da população, que pôde participar de forma presencial e virtual.
O objetivo do debate foi ouvir as necessidades da população araraquarense para, então, finalizar a elaboração da peça orçamentária para o ano seguinte. O orçamento do estado de São Paulo é o segundo maior do Brasil, atrás apenas da união. A nossa região é extremamente importante e nós carecemos de muitas demandas. Esse é o momento para vocês dizerem o que é necessário na cidade para a Alesp”, explicou Márcia Lia.
Dentre as demandas apresentadas na ocasião, foram destacadas: a remuneração dos mediadores e conciliadores do Estado de São Paulo, responsáveis pela resolução de conflitos; investimentos na Casa da Cultura e em patrimônios históricos da cidade; infraestrutura nos assentamentos rurais (Monte Alegre, Bela Vista do Chibarro e Distrito de Bueno de Andrada); atenção às queimadas e à atividade delegada e construção de sede do bem-estar animal.
Santos destacou a necessidade de o orçamento priorizar a cultura, lazer e esporte. “Não entendemos por que o orçamento contempla de forma insignificante essas áreas. Precisamos rever. Cultura, lazer e esporte são investimentos e não gastos, porque os custos com polícia e segurança são reduzidos”, argumentou.
Boi reiterou a importância do encontro entre legislativos municipal e estadual. “É muito significativo para a Câmara poder sediar esse evento que traz a oportunidade para os vereadores e para a população de contribuir com melhorias para a nossa cidade”.
As sugestões serão coletadas pela Comissão de Finanças, Orçamento e Planejamento e poderão se tornar emendas parlamentares, caso sejam aprovadas pelo plenário da casa legislativa do Estado. No site da Alesp, é possível acompanhar todas as sugestões apresentadas durante a audiência. Lá, você também fica sabendo se a proposta foi convertida em emenda parlamentar da Comissão ou se foi incorporada ao orçamento do Estado. (Comunicação Social – Câmara Municipal de Araraquara)

Deixe uma resposta