Daae afirma fazer manutenção preventiva em bombas dos poços de água

0
53

A afirmação foi feita em resposta a requerimento protocolado pelo vereador Rafael de Angeli (PSDB)

Em resposta ao Requerimento nº 904/2021, de autoria do vereador Rafael de Angeli (PSDB), o Executivo encaminhou à Câmara o Ofício nº 2390/2021. No documento, o parlamentar solicita informações referentes à manutenção das bombas dos poços de água para abastecimento dos bairros de Araraquara.
Em resposta, o Departamento Autônomo de Água e Esgotos (Daae) detalha que o abastecimento de água da cidade é composto por captações superficiais e subterrâneas. São três superficiais (Captação Paiol, Captação Cruzes e Captação Anhumas) que, juntas, são responsáveis por 35% do abastecimento total de água da cidade. A captação subterrânea, por sua vez, é responsável por 65% do abastecimento total. Esse sistema é composto por 28 poços profundos. Desses 28 poços, dois estão fora de operação.
No requerimento, Angeli questiona qual é a rotina de manutenção das bombas dos poços artesianos e indaga sobre a possibilidade de entupimento das bombas por areia devido à falta de manutenção e quais os custos de conserto nesses casos.
O Daae explica que todos os equipamentos passam por avaliação periódica e correções necessárias, principalmente a medição do teor de areia. Contudo, os poços, conforme o envelhecimento natural do revestimento ou devido a uma falha estrutural, podem, sim, produzir areia em quantidade que ocasiona o travamento da bomba submersa.
Para Angeli, é necessário que a autarquia esteja atenta às manutenções preventivas e outras ações. “Além da conscientização da população para uso consciente da água, é preciso que o Daae esteja em constante planejamento do fornecimento hídrico ideal para a cidade, seja realizando as manutenções nas bombas, prospectando novos poços e outras ações cabíveis para que não falte água nos bairros”, finaliza. (Comunicação Social – Câmara Municipal de Araraquara)

Deixe uma resposta