“Crochê Solidário” entrega 493 touquinhas para a Gota de Leite

0
241
Idosos da Casa de Repouso Tranquillità já produziram mais de 8 mil gorrinhos para serem usados por bebês nascidos na maternidade


Nesta quinta-feira (10), a Maternidade Gota de Leite Vovó Mocinha recebeu a doação de 493 gorrinhos produzidos pelos participantes do “Crochê Solidário”, projeto desenvolvido pelos idosos moradores da Casa de Repouso Tranquillità de Araraquara que visa a produção artesanal e doação de touquinhas de lã para os recém-nascidos.

Leonardo Sanioto Júnior, professor do projeto, se mostra feliz com os resultados da iniciativa. “Os encontros acontecem na Tranquillità e contam com a participação dos idosos moradores e voluntários. O projeto existe há quatro anos e já resultou na confecção de mais de 8 mil gorrinhos nesse período”, relata.

Emanuelle Laurenti, diretora técnica da Fundação Municipal Irene Siqueira Alves Vovó Mocinha (Fungota), Maternidade Gota de Leite de Araraquara, enaltece a iniciativa. “Nós da Gota de Leite agradecemos mais uma vez por todo o carinho prestado na confecção e na doação desses gorrinhos. É uma campanha que para nós é de suma importância, pois atende aproximadamente 200 bebês que nascem por mês na maternidade”, conta.

Dra. Elaine Brandão Da Dalto, pediatra neonatologista, também parabeniza as voluntárias pelo capricho e explica a importância dos gorrinhos para os recém-nascidos. “Quando os bebês nascem, nós ficamos muito preocupados com a questão da hipotermia, sendo que a cabeça é o primeiro local em que o bebê perde muita temperatura. Esses gorrinhos cumprem o papel de evitar essa perda de calor nas primeiras horas de vida do recém-nascido, já que as primeiras quatro horas são muito importantes para a adaptação à vida extra-uterina. Por isso esses gorrinhos são tão importantes e somos muito agradecidos às mãos que os confeccionam. Sabemos que é um trabalho detalhado, ponto a ponto, mas é um trabalho recompensado pela importância que tem para a saúde dos nossos bebês”, destacou.

Sylvia Simões, uma das voluntárias do projeto, revela que a atitude também faz bem para os próprios voluntários, já que muitos saíram da depressão e da ansiedade depois que começaram a integrar o grupo. “Esse projeto tem muita importância na minha vida. Depois de me aposentar, a vida parece que dá uma mudada e você fica meio sem sentido. E isso me ajudou muito. Com isso, você não entra em depressão, está sempre pensando nos bebezinhos que estão nascendo, como vão ficar dentro daquela touquinha que você está fazendo. É uma sensação muito boa e tenho certeza de que o doar é muito mais importante do que o receber. Isso me faz muito bem. Tenho algumas amigas que tiveram câncer ou outros problemas de saúde que as impedem de ficar saindo, por isso eu as convidei para o projeto e elas me agradecem todos os dias por fazerem parte disso”, aponta.

Os interessados em colaborar com o projeto podem fazer a doação de lãs e linhas na própria Maternidade Gota de Leite, que fica na Rua Carlos Gomes, 1610.

SECRETARIA MUNICIPAL DE COMUNICAÇÃO
PREFEITURA DE ARARAQUARA

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.