Coordenadora de Políticas para a Mulher participa do Seminário Regional Cooperação Estado-Município

0
79
Foto: Divulgação - Edna Martins, Coordenadora de Políticas para a Mulher da Secretaria de Justiça e Cidadania.

Nesta terça-feira (08), Dia Internacional da Mulher, a Coordenadora de Políticas para a Mulher da Secretaria de Justiça e Cidadania, Edna Martins, apresentou os programas para as mulheres existentes no Governo de São Paulo no Seminário Regional Cooperação Estado-Município nas Políticas Públicas para a Mulher, realizado em parceria com a Secretaria de Desenvolvimento Regional e a FESPSP – Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo.

O Seminário foi realizado em Araraquara, voltado a prefeitos, vereadores, servidores públicos, lideranças comunitárias e membros de conselhos municipais. Os Seminários Regionais buscam promover amplo debate entre os participantes.

Esse foi o primeiro Seminário, que tem por objetivo, além de divulgar as políticas existentes, ouvir representantes regionais, das diferentes localidades do Estado de São Paulo, sobre os avanços que precisam ser feitos e sobre a formatação do programa Casa da Mulher em São Paulo. Os próximos Seminários serão em Itapeva e Presidente Prudente, respectivamente.

A Casa da Mulher em São Paulo, é uma política intersecretarial, envolvendo um total de seis secretarias estaduais, com o objetivo de oferecer um espaço adequado para o desenvolvimento de políticas públicas com enfoque regionalizado, que possa garantir o atendimento as mulheres vítimas de discriminação e violência, além de promover encorajamento e capacitação para geração de emprego e renda.

As ações são desenvolvidas pela Secretaria da Justiça e Cidadania em pareceria com as Secretarias de Desenvolvimento Regional, Desenvolvimento Social, Desenvolvimento Econômico, Segurança Pública, Direitos da Pessoa com Deficiência e Saúde. (José Angelo Santilli – e-mail: santilli.jornalismo@gmail.com)

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.