Coordenador fala sobre preservação do patrimônio histórico no ‘Canal Direto’

0
180
Weber Fonseca, coordenador de Acervos e Patrimônio Histórico da Secretaria de Cultura, destacou o Inventário Participativo disponível no site da Prefeitura

O “Canal Direto com a Prefeitura” recebeu nesta terça-feira (23) o coordenador de Acervos e Patrimônio Histórico da Secretaria de Cultura, Weber Fonseca, que abordou a importância do Dia Nacional do Patrimônio Histórico (celebrado em 17 de agosto) e falou sobre as ações desenvolvidas nessa área no município.

A data de 17 de agosto foi escolhida por ser o dia de nascimento do historiador e jornalista Rodrigo Melo Franco de Andrade, em homenagem ao responsável pela criação do Iphan (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional) em 1937.

Weber destacou que o patrimônio histórico não é apenas formado por prédios, praças, árvores e outras coisas materiais, mas também por patrimônios imateriais. “É fundamental que todos nós que vivemos na sociedade entendamos que a paisagem, os saberes, o modo de vida das pessoas são um patrimônio e criam nossa identidade, nos fazem entender por que estamos aqui hoje, como é que foi, de onde viemos e como construiremos o amanhã, o futuro”, observou.

Ele ainda reforçou o trabalho desenvolvido nessa área em Araraquara, que possui uma coordenadoria específica dentro da Prefeitura, além do Compphara (Conselho Municipal de Preservação do Patrimônio Histórico, Arquitetônico, Paleontológico, Etnográfico, Arquivístico, Bibliográfico, Artístico, Paisagístico, Cultural e Ambiental do Município de Araraquara).

Dentro da estrutura municipal estão o Arquivo Público Histórico Municipal “Professor Rodolfo Telarolli”, a Biblioteca Municipal “Mário de Andrade”, o MIS (Museu da Imagem e do Sol”, entre outros serviços. Weber também destaca uma lei complementar que pensa na preservação do patrimônio do município.

Inventário
No site da Prefeitura, desde o ano passado, está disponível à população o “Inventário Participativo do Patrimônio AQA”, a fim de mapear o que é relevante para a sociedade do ponto de vista do patrimônio histórico. Para acessar, basta abrir a página da Secretaria de Cultura (Menu > Governo > Secretarias > Cultura).

O cidadão pode entrar no inventário e acrescentar o que acredita ser importante, como um prédio, uma árvore, uma receita familiar, uma festa na comunidade, explica Weber. Depois de preenchidas as respostas no formulário, as equipes da Cultura farão uma triagem e busca das informações para inserção no mapa.

“A população passa a se manifestar espontaneamente sobre aquilo que é relevante na paisagem e na vida cotidiana daqueles que habitam a cidade e seu entorno. Quando se pensa em patrimônio, o primeiro passo é saber o que vai ser preservado, o que é importante. Isso pode ser de forma vertical, com o gestor falando o que é importante, o que é uma atitude autoritária. A forma mais contemporânea e democrática de fazer um inventário é o inventário participativo, o que casa muito bem com a cidade que tem seu orçamento planejado de forma participativa”, analisa Weber.

O inventário participativo está assegurado no artigo 216 da Constituição Federal de 1988, especificamente no parágrafo primeiro. Segundo o Iphan, o inventário participativo é “um exercício de cidadania e participação social, onde os seus resultados possam contribuir para o aprimoramento do papel do Estado na preservação e valorização das referências culturais brasileiras, assim como servir de fonte de estudos e experiências no contínuo processo de aprendizado”.

O “Inventário Participativo do Patrimônio AQA” está em uma plataforma digital aberta, sendo utilizada nessa versão inicial a ferramenta “My Maps” do Google. Ali, encontram-se mapeados edifícios tombados pelo CONDEPHAAT, pelo Conselho Municipal, por lei municipal, bens relevantes na paisagem, lugares de memórias, monumentos, a presença negra, bens paleontológicos, arqueológicos e paisagísticos.

Confira os links para participar do Inventário Participativo AQA:
– Mapa do Inventário Participativo: https://bit.ly/aqamapa
– Mapa Roteiros: https://bit.ly/AQAroteiro

Formulários do Inventário Participativo:
– Lugares: https://bit.ly/lugaresAQA
– Objetos: https://bit.ly/objetosAQA
– Saberes: https://bit.ly/saberesAQA
– Celebrações: https://bit.ly/celebracoesAQA
– Formas de Expressão: https://bit.ly/expressaoAQA

SECRETARIA MUNICIPAL DE COMUNICAÇÃO
PREFEITURA DE ARARAQUARA

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.