Consumo de doces X alimentação saudável na infância

0
292
Foto: Banco de Imagem - Alimentação saudável na infância colabora com uma melhor qualidade de vida e saúde bucal dos pequenos.

Dentista do Hapvida Interodonto orienta pais e fala sobre escovação

Manter uma alimentação saudável na infância, com o controle de ingestão de açúcar e alimentos industrializados, colabora não somente com uma melhor qualidade de vida como também com a saúde bucal dos pequenos.

A relação ocorre porque o açúcar, quando ingerido, favorece a formação de cáries, considerada a maior vilã dos dentistas. “É comprovado que desde que nascem, as crianças têm uma preferência pelo sabor doce, mas temos que evitar. O açúcar só pode ser oferecido após os dois anos de idade e de maneira restrita”, adverte a dentista do Hapvida Interodonto, Mirele Nobre.

Segunda ela, o risco maior de cárie está relacionado não à quantidade de açúcar presente no alimento, e sim à frequência que o alimento é consumido. “Esse açúcar, quando ingerido, encontra na boca bactérias que irão fermentá-lo e transformá-lo em um meio ácido. Ele corrói o esmalte dentário levando à desmineralização do dente e possibilitando a formação de uma cárie”, explica.

Mirele também reforça que, caso haja o consumo de doces, é essencial que a criança crie o hábito da escovação, de preferência até 30 minutos após a ingestão. “Depois desse prazo, vai acontecer o processo de desmineralização, o que facilita a formação da cárie. Fazendo a escovação logo após a ingestão do doce, o creme dental que é fluoretado ajuda a remineralizar esse dente, evitando a formação da cárie”, frisa a dentista.

Escovação noturna

Considerada a mais importante do dia, a escovação noturna se torna ainda mais necessária nesse cenário. Por essa razão, a dentista do Hapvida Interodonto sugere que as crianças reduzam o consumo de doces antes de dormir e que os pais supervisionem a escovação a fim de que a higienização ocorra de maneira correta.

“À noite é importante reduzir o consumo de açúcar e realizar a escovação noturna, já que nesse período as bactérias têm mais facilidade de proliferar justamente pela redução salivar”, destaca Mirele.

Alimentos saudáveis

No lugar de doces e outros alimentos industrializados, a dentista aconselha que os pais priorizem alimentos naturais, como frutas, verduras e legumes, e incentivem a ingestão de água, tida como fundamental para a saúde bucal das crianças.

Outra dica é em relação ao armazenamento dos alimentos em casa. A especialista sugere que os pais evitem deixá-los expostos em prateleiras de fácil acesso para as crianças, o que favorece a curiosidade e, consequentemente, o consumo do produto.

“Também é importante a visita regular ao dentista, de seis em seis meses, para fazer o acompanhamento, o controle, as prevenções e também as orientações de saúde bucal”, conclui Mirele.

(Phábrica de Ideias – Assessoria de Comunicação)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.