Construir mais uma casa

Um velho carpinteiro estava pronto para se aposentar. Ele informou ao chefe seu desejo de sair da indústria de construção e passar mais tempo com sua família. Ele ainda disse que sentiria falta do salário, mas realmente queria se aposentar. A empresa não seria muito afetada pela saída do carpinteiro, mas o chefe estava triste em ver um bom funcionário partindo e ele pediu ao carpinteiro para trabalhar em mais um projeto como um favor. O carpinteiro concordou, mas era fácil ver que ele não estava entusiasmado com a idéia. Ele prosseguiu fazendo um trabalho de segunda qualidade e usando materiais inadequados. Foi uma maneira negativa dele terminar sua carreira. Quando o carpinteiro acabou, o chefe veio fazer a inspeção da casa. E depois ele deu a chave da casa para o carpinteiro e disse: Essa é sua casa. Ela é o meu presente para você. O carpinteiro ficou muito surpreso. Que pena! Se ele soubesse que estava construindo sua própria casa, ele teria feito tudo diferente. O mesmo acontece conosco. Nos construímos nossa vida, um dia de cada vez e muitas vezes fazendo menos que o melhor possível na construção. Depois com surpresa descobrimos fazer tudo de novo, faríamos tudo diferente. Mas não podemos voltar atrás. Você é o carpinteiro. Todo dia você martela pregos, ajusta tábuas e constrói paredes. Alguém disse que A vida é um projeto que você mesmo constrói. Suas atitudes e escolhas de hoje estão construindo a casa que você vai morar amanhã.

Pessoas são um presente!

Vamos falar de gente, de pessoas. Existe algo mais espetacular do que gente? Pessoas são um presente. Algumas têm embrulho bonito, como os presentes de Natal, Páscoa ou festa de aniversário. Outras vêm em embalagens comuns. E há as que ficaram machucadas no correio. De vez em quando chega uma registrada, são presentes valiosos. Algumas pessoas trazem invólucros fáceis. De outras é dificílimo, quase impossível, tirar a embalagem, é fita durex que não acaba mais. Mas a embalagem não é o presente. E tantas pessoas se confundem, dando mais valor a embalagem do que ao presente. Por que alguns presentes são tão complicados pra gente abrir? Talvez porque dentro da bonita embalagem haja muito pouco valor. Há bastante vazio, solidão. A decepção seria grande. Somos todos um presente embalado, muito bem empacotado e quase sem nada lá dentro. Quando existe um verdadeiro encontro com alguém, no diálogo, na fraternidade, deixamos de ser mera embalagem e passamos à categoria de reais presentes. Você já experimentou essa imensa alegria da vida? A alegria profunda que nasce no encontro da alma quando duas pessoas se comunicam virando presente uma para outra? Contudo, interno é o segredo para quem quer tornar-se presente aos irmãos de estrada e não apenas embalagens. A verdadeira alegria que agente sente e não consegue descrever só nasce do verdadeiro encontro com alguém. Tua presença sua leitura desta coluna é um presente! Obrigado e boa semana. + Fernando Fraga. E-mail: www.fernandofraga.com.br

Reflexão da Semana

“Nunca deixe aquilo que ama por aquilo que deseja, pois aquilo que deseja te deixará pelo que ama”.

Compartilhe :

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Em virada impressionante, Sesi Araraquara é bicampeão da LBF

O que é TOC e como identificar seus sintomas?

Câmara aprova área para instalação de empresa e outros projetos

Projeto de novos abrigos de ônibus selecionado em concurso começa a ser implantado

Reunião marca apresentação do projeto da nova sede do Bem-estar Animal

CATEGORIAS