Conscientização à hanseníase marca o Janeiro Roxo

0
90

No dia mundial contra a hanseníase, o último domingo de janeiro reforça a importância de informação no combate à doença

Um calendário de cores acompanha algumas datas comemorativas ao longo do ano para conscientização de diversas patologias. Neste mês, temos o branco que faz referência aos cuidados com a saúde mental, o verde contra o câncer de colo de útero e no último domingo do mês, 28, o roxo, para o Dia Mundial contra a Hanseníase.

O Brasil é ainda o segundo país do mundo com mais casos novos de hanseníase, de acordo com dados do Ministério da Saúde. “As dificuldades para reconhecer os sintomas da doença e a falta de informação sobre o tema dificultam o diagnóstico precoce e o tratamento adequado”, explica Gisele Abud, médica e diretora técnica da UPA Zona Leste, em Santos (SP).

Você conhece os sinais e sintomas mais frequentes da hanseníase?

· Manchas na pele;

· Alteração da sensibilidade térmica (ao calor e ao frio);

· Comprometimento do nervo periférico;

· Diminuição de pelos e de suor;

· Sensação de formigamento e/ou fisgadas, principalmente nas mãos e nos pés;

· Diminuição ou ausência da sensibilidade e força muscular na face, mãos e/ou pés;

· Nódulos no corpo.

A transmissão da doença ocorre quando uma pessoa portadora de hanseníase, na fase contagiosa e sem tratamento, libera o bacilo para o ambiente. A disseminação do bacilo ocorre por meios de vias respiratórias como espirros, tosse ou fala, mas não por meio de objetos usados pelo paciente. Além disso, é necessário um contato próximo e prolongado para a propagação.

Gisele Abud ressalta a importância de exames criteriosos, da coleta de material para análises laboratoriais e da atenção especial a casos em crianças, que podem sinalizar transmissão ativa da doença. Além disso, destaca que o diagnóstico de hanseníase deve ser tratado com sensibilidade, considerando o impacto psicológico para o paciente e contexto familiar.

(Comunicação – Pró-Saúde)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.