Conheça os principais fatores relacionados à enxaqueca

0
368

Predisposição genética e desequilíbrio bioquímico cerebral estão entre os principais motivos e fatores de risco associados à doença 

A cefaleia ou dor de cabeça é uma experiência humana quase universal. A migrânea, conhecida popularmente como enxaqueca, afeta cerca de 30 milhões de brasileiros. É uma condição neurológica incapacitante, cujo sintoma principal é a cefaleia,  e que costuma se manifestar na puberdade, com um pico de incidência aos 30-40 anos, afetando mais indivíduos do sexo feminino e tendendo a melhorar com a menopausa.

Segundo dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), a enxaqueca está entre as complicações mais incapacitantes do mundo e, em 31% dos seus portadores, provoca grande impacto negativo na qualidade de vida globalmente, ou seja, nas relações, no trabalho e no lazer. Além da dor de cabeça, irritabilidade, náuseas e vômitos são alguns dos principais sintomas da doença.

De acordo com a Dra. Jackeline Barbosa, vice-presidente da área médico-científica da Herbarium, indústria farmacêutica líder e referência em Fitoterapia no Brasil, dentre os principais fatores associados à enxaqueca, estão a predisposição genética, fatores neuroquímicos e ambientais, que desempenham um papel significativo na vulnerabilidade à enxaqueca. Assim, quando um ou ambos os pais têm enxaqueca, haverá maior probabilidade de desenvolvê-la.

Outro fator que deve ser levado em consideração são as variações hormonais, como aquelas que ocorrem durante o ciclo menstrual, e que podem desencadear as crises de enxaqueca. Isso explica por que muitas mulheres relatam enxaqueca antes ou durante a menstruação“, explica a Dra. Jackeline.

Adicionalmente, outras condições podem contribuir para as crises, como estresse, insônia, fumo e consumo de bebidas alcoólicas em excesso. Segundo a especialista, é importante ressaltar que o paciente deve procurar orientação médica para descobrir as causas da enxaqueca e avaliar, junto ao profissional responsável, o tratamento que melhor corresponde ao seu diagnóstico.

A prescrição de qualquer tipo de medicamento deve ser realizada por profissionais habilitados. Por isso, antes de iniciar o tratamento, é recomendado consultar um especialista. “Vale lembrar ainda, que a mudança no estilo de vida, investir em alimentação equilibrada, sono regular e prática de exercícios físicos são medidas essenciais e que também auxiliam a minimizar as crises“, conclui a médica.

Sobre a Herbarium:

A Herbarium é um Ecossistema de Negócios baseado em produtos naturais para a saúde e o bem-estar. Sua Indústria Farmacêutica é referência em Fitoterápicos no Brasil. Fundada em 1985, tem seus produtos presentes em mais de 50 mil farmácias e realiza o contato mensal com cerca de 38 mil médicos em todo o país. Especializada e reconhecida pela excelência em pesquisa e desenvolvimento, possui um portfólio composto exclusivamente por produtos de origem natural, principalmente fitoterápicos para prescrição médica e de venda livre, fitocosméticos, além de suplementos alimentares com rigor e qualidade farmacêutica. Saiba mais em  www.herbarium.com.br e conheça nossa loja online em www.lojaherbarium.com.br

(Fabiana Bielo)

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.