Como proteger seus investimentos em épocas de incertezas?

0
519

Fábio Kamada (*)

Em tempos de incertezas, é importante lembrar que todo investimento envolve um certo nível de risco. No entanto, existem algumas estratégias que podem ajudar a minimizar o risco e maximizar o retorno. Importantíssimo considerar fazer sua própria pesquisa antes de tomar qualquer decisão de investimento e consultar um profissional financeiro para obter conselhos personalizados.

Na última reunião do Copom (Comitê de Política Monetária), realizada em 20 de setembro, houve mais um corte de 0,5% na taxa de juros, levando a Selic a um patamar de 12,75%, com perspectiva de novo corte na próxima reunião.

Posteriormente, a bolsa caiu. Aliás, no mundo todo, as bolsas caíram. O motivo é que nos Estados Unidos, Jerome Powell – presidente do Fed, Banco Central norte-americano, fez uma declaração que deixou o mundo todo apreensivo e temeroso. Ele acrescentou que não medirá esforços para reduzir a inflação americana e se for necessário subir a taxa de juros, assim fará.

A expectativa do mercado era de que o discurso fosse mais conciliador e que deixasse a possibilidade de corte nas taxas de juros americanas. Na bolsa brasileira, é importante ressaltar que, mais da metade dos recursos investidos são estrangeiros. O investidor então pensa, porque que eu vou correr risco na bolsa brasileira se eu posso ganhar com segurança na renda fixa americana? Estamos vendo uma evasão do capital estrangeiro, da nossa bolsa para a bolsa americana.

Agora estamos aguardando os próximos passos do nosso governo e do Banco Central, pois se continuarmos a cortar os juros por aqui e lá nos Estados Unidos as taxas subirem, veremos mais evasão do capital e o dólar vai disparar, fenômeno que já vem ocorrendo nos últimos dias.

Após essa análise, a minha recomendação é permanecer apostando na renda fixa, pois ainda teremos uma taxa de juros alta aqui no país. Ou seja, continuaremos a ter uma boa rentabilidade, com mais segurança na renda fixa, que incluem títulos do tesouro e certificados de depósito (CDs), que podem ser uma boa opção em tempos de incertezas. Esses investimentos geralmente oferecem retornos mais baixos do que as ações, mas também são menos arriscados.

Além disso, indico também, manter investimentos com liquidez para aproveitamento de possibilidades diferenciadas que possam surgir no mercado.

E também teremos agilidade para mudanças rápidas caso a gente enfrente cenários adversos. Minha dica é essa, renda fixa com liquidez, mas para tudo isso ter sentido, é necessário o acompanhamento de um profissional, somente um Assessor de investimentos saberá avaliar a sua carteira de investimentos e alinhá-la corretamente ao seu perfil e objetivos.

(*) É administrador, assessor de investimentos, sócio da 3 A Investimentos – escritório credenciado a XP Investimentos

(Vervi Assessoria)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.