Como não se importar com a opinião das pessoas? Psicólogo responde

0
206
Foto ilustrativa: PIXABAY

Como não se importar sobre o que os outros acham de você ou o que as pessoas vem falando sobre as suas decisões? Uma pergunta muito difícil de ser respondida pela maioria das pessoas. O psicólogo Romanni Souza falou sobre a importância da autoaceitação e como, enfim, aprendermos a não levar em consideração a opinião alheia.

De acordo com o psicólogo, o primeiro ponto tem a ver com saber quem você é. “Parece simples, mas quando sei quem eu sou não importa que o mundo lá fora o diga sobre mim. Às vezes, a gente recebe críticas, cancelamento. Perceba, o que tem a ver com a percepção do outro sobre mim e o que tem a ver com o que realmente eu sou? Exemplo, se alguém disser pra mim, você é um brasileiro? Beleza, eu sei que eu sou brasileiro. Agora, se me dizem que sou um idiota…Se eu não me considero idiota, não tem porque eu ficar me importando com aquilo porque eu sei quem eu sou. E eu não sou um idiota.”

Segundo o profissional de saúde, é necessário analisar o que as pessoas estão falando sobre você e se realmente considera ser uma verdade ou simplesmente está colocando expectativa demais sobre a opinião dos outros.

Um outro ponto, segundo o psicólogo, é avaliar o grau de importância das pessoas que estão opinando na sua vida.

“Ninguém pode te fazer sentir inferior sem que antes você se sinta inferior. Ninguém pode te fazer sentir tristeza sem que antes você sinta tristeza. Ninguém pode controlar a vida sem que antes você entregue a sua vida ao controle de alguém. E trazendo essa reflexão, perceba que os sentimentos sempre são seus. Se alguém lá fora te deixou com raiva, essa raiva não é sobre o que aquela pessoa fez ou não fez e sim sobre o sentimento que você está sentindo. E pense sobre daqui a quinze anos.”

Ainda segundo Romanni, não temos controle sobre a compreensão dos outros, mas sim sobre conhecer melhor quem somos, em investir em autoconhecimento ao ponto que independente do que o mundo lá fora esteja dizendo sobre nós, nós possamos dormir tranquilos sabendo quem nós somos em nossa essência.

“Sabendo quais são as pessoas que de fato importam na nossa vida e que de fato faz sentido você buscar se lapidar para ser uma pessoa melhor Para essas pessoas que são importantes na sua vida. No entanto, se você faz esforço pra agradar pessoas que não são importantes na sua vida, acredito ser algo um pouco injusto com aquelas pessoas importantes pra você.”

OPINIÃO DOS OUTROS X REDES SOCIAIS

Por fim, Romanni pontuou sobre como lidar com opiniões negativas nas redes sociais. “Recomendo em redes sociais que, se puder, apague aquele comentário e continue sendo feliz. Se não fizer isso, quanto mais holofote você der para esse tipo de pessoa que percebe que tá conseguindo afetar os seus sentimentos, mas eles vão sentir que estão com o controle da sua vida”, ponderou.

Por fim, o psicólogo deixou uma dica: tenha empatia. “Talvez aquela outra pessoa não tenha a maturidade de compreender como você se sente. Se ela tivesse esse tipo de maturidade, talvez o tipo de crítica que ela estivesse fazendo não seria como está fazendo. Enquanto você não enxergar que pode transformar sua história para ter mais independência emocional, as pessoas vão tratar como você fosse algum tipo de propriedade delas”, finalizou.

Sobre Romanni Souza

Romanni Souza é formado em Psicologia, pós-graduado em Neurociência e treinador oficial do Instituto Romanni, criador da metodologia de Hipnose Transformacional. Apresentou-se na Universidade de Harvard em 2019. O psicólogo tem mais de 30.000 alunos, e é fundador da maior plataforma de hipnoterapia do mundo com mais de 3.700 membros. (Divulgação / MF Press Global)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.