Comissão divulga lista de pré-selecionados para programa de estímulo às startups

0
117
Iniciativa tem objetivo de apoiar pesquisas promissoras, com potencial de inovação, em qualquer área do conhecimento

A Comissão de Seleção do Programa Municipal de Estímulo às Startups e ao Empreendedorismo Inovador divulgou a lista de empresas habilitadas e pré-selecionadas para participação no programa. O documento está publicado oficialmente no site da Prefeitura: www.araraquara.sp.gov.br.

Segundo a decisão da comissão, tiveram seus projetos analisados e foram pré-selecionadas as empresas Presence, Helianthus, 3D Pharma, Nazaré & Petrônio, HB Biotec Ltda., L&L, Natcrom, Bioclevea, Techmip e Bistrô Animal.

Após o prazo recursal de cinco dias, que terminará na sexta-feira (8), a Prefeitura iniciará o processo de contratação, com formalização e assinatura dos contratos.

O Programa Municipal de Estímulo às Startups e ao Empreendedorismo Inovador tem o propósito de apoiar pesquisas promissoras, com potencial de inovação, em qualquer área do conhecimento.

O programa foi criado com o objetivo de fomentar e gerar conhecimento, inovação, tecnologia e negócios; estimular a criação de ambientes de inovação e estabelecer negócios inovadores; gerar desenvolvimento econômico e social em âmbito local e regional; valorizar a inovação, a diversidade e a sustentabilidade do município; valorizar a humanização, o conhecimento, o desenvolvimento e a preservação do meio ambiente; e atrair e reter talentos, visando a expansão da geração de conhecimento do município.

A gestão é da Secretaria do Trabalho, Desenvolvimento Econômico e Turismo, por meio da Coordenadoria da Indústria, Comércio, Tecnologia e Turismo. O acompanhamento será do Comitê de Estímulo às Startups e ao Empreendedorismo Inovador e a manutenção será com recursos do Fundo Municipal de Estímulo às Startups e ao Empreendedorismo Inovador (FUMESEI).

Para fazer a inscrição no programa, era preciso já ter uma empresa, visto que a iniciativa destina-se a apoiar a execução de pesquisa em pequenas empresas já constituídas, portanto, com CNPJ ativo. Essa empresa precisava necessariamente ser sediada em Araraquara e deveria preencher a declaração de utilização de modelos de negócios inovadores, disponibilizada no site da Prefeitura.

Para se encaixar no programa, a startup deveria se configurar em uma empresa que tivesse faturado até R$ 16 milhões no ano-calendário anterior e que tivesse até 10 anos de inscrição no Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica (CNPJ) da Secretaria Especial da Receita Federal do Brasil do Ministério da Economia.

Vale salientar ainda que o programa visa a apoiar apenas projetos de pesquisa, oferecendo recursos para custear a pesquisa e viabilizar o desenvolvimento de um produto, processo ou serviço inovador. Ou seja, se o produto já foi desenvolvido, ele não poderia ser apresentado.

SECRETARIA MUNICIPAL DE COMUNICAÇÃO
PREFEITURA DE ARARAQUARA

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.