COLUNA GEPOL

0
361

Reportagem: Luigi Polezze

Esta semana somente publicações positivas, de amor ao próximo.

UNESP

No ano de 2021, a Atenção Farmacêutica Estudantil Permanente (AFEP), um projeto de extensão da UNESP, conseguiu ajudar mais de 50 famílias com doações de cestas básicas. Além disso, promoveu eventos voltados à educação em saúde para meninas em situação de vulnerabilidade social, distribuindo também mais de 100 kits de higiene pessoal nesta ação. Também, promoveu uma campanha de Testagem de COVID-19 em parceria com o Projeto de Assistência Farmacêutica Estudantil (PAFE), com o objetivo de realizar uma triagem dos casos da doença na cidade: foram atendidas mais de 750 pessoas.
Essas foram algumas dentre várias ações promovidas pela UNESP. E, assim, ajudam a população, levando o cuidado, a orientação e a humanização.

EXEMPLO

No dia de Santo Antônio, a Igreja, com veículos e carro de som, percorreu ruas, levando a bênçãos a seus fiéis. Aproveitaram a oportunidade e angariam alimentos que foram entregues a muitas famílias carentes.
Também, fizeram as paróquias de Nossa Senhora Aparecida, Nossa Senhora das Graças, São Sebastião, Igreja Matriz de São Bento, Igreja Adventista e muitas outras que prestaram ação solidária, mas que não chegaram à ampla divulgação.

CEAGESP

Com muitos voluntários, a CEAGESP arrecadou cerca de 100 toneladas de verduras, legumes e frutas que ajudaram famílias em vulnerabilidade em função da pandemia. Nove caminhões do exército transportaram os alimentos até Araraquara.
Cerca de 20 mil pessoas foram atendidas e mais de 40 entidades com hortifrutis e itens de cesta básica.

MESSENGER

“Através do Messenger, recebi pedido de socorro de uma pessoa (que eu não conhecia pessoalmente) , pois é amiga no Facebook, que necessitava com urgência de uma cesta básica para sua família. Comprei uma bem grande e levei até ela. Não dá para descrever o agradecimento! É sem palavras!” – relatou Cristina, assídua leitora do JA.

CASA MATER RAIO DE LUZ

Na porta da Vilacopos, fez-se a campanha de Natal Solidário. Cada pessoa que entrava para fazer compras recebia este bilhete. Ao sair, a pessoa, solidária, entregava sua prenda. Foram muitas!

CARREATA

A carreata “Máquinas no Natal” fez alegria de crianças e adultos no último domingo(19). Percorrendo principais vias da cidade, arrecadaram alimentos não perecíveis para serem entregues a pessoas menos favorecidas. Segundo ano, e essa carreata já é sucesso na cidade. Iniciativa louvável e a ser prestigiada.

MILAGRE

O meu “milagre” não foi de Natal, porém me senti como encontrando uma agulha no palheiro.
Um dia comum de trabalho, em meio a muita correria entre um cliente e outro, meu celular tocou, era um número que não conhecia.
Era uma mulher, um anjo.
Ela: Oi Érica, estou com sua carteira, encontrei perto do parque infantil. Eu nem tinha percebido a falta dela.
Combinamos de trocar endereço por WhatsApp, e combinar para eu pegar. Dentro havia parte da minha vida.
Fui até a residência do “anjo”, ela trabalha como manicure em sua casa. Conversamos brevemente, pois eu estava em hora de trabalho. Aquela mulher poderia se beneficiar de várias formas com o conteúdo da carteira, (menos dinheiro, claro rs), cartões de aproximação, documentos pessoais, documento de moto…
No final do dia, pedi o número do pix dela, pois gostaria de recompensá-la. Ela não aceitou, disse que só queria o que era dela, e que, naquele dia, Deus havia falado com ela.
Que mais pessoas possam se apropriar desse apelido que criei para a mulher que me devolveu o que era meu: o anjo enviado por Deus.
Que possamos, neste ano que se inicia em poucos dias, ser anjos em pele humana e praticar o bem, o amor ao próximo. (Érica Almeida)

Deixe uma resposta