Choro das Águas ganha programação especial

Para o primeiro domingo do mês de aniversário de Araraquara, o Choro das Águas preparou uma programação especial.

Às 16h, o grupo Uai! apresentará a performance teatral Oba! A Revista na Rua, que homenageia o Teatro de Revista, resgatando tipos como a vedete, o caipira e a mulata faceira.

De forma bem humorada, com músicas tocadas ao vivo, recriam a atmosfera festiva das chanchadas na década de ouro do Rio de Janeiro.

A partir das 17h, o grupo Asparte, da Academia Fit Action, fará apresentações de dança do ventre. Originária do antigo Egito, a dança fazia parte de rituais sagrados feitos pelas sacerdotisas em homenagem à Isis (deusa da fertilidade).

As dançarinas mostrarão versões de dança do ventre, em que são usados o pandeiro e os snujs (instrumentos de metal usados presos nos dedos, que fazem sons próximos aos dos sinos e similares às castanholas). Uma das apresentações de destaque é a dança do ventre com espada, onde as bailarinas demonstram movimentos sinuosos e de equilíbrio com espadas.

Para encerrar a programação, o Quarteto Vocal Uniara estará apresentando, às 18h, canções da MPB contemporânea arranjada em quatro vozes: Jaime Costa Pires, Luciana Costa Pires, Cristina Pires Barbosa e Shirley Castro de Souza.

O CHORO DAS ÁGUAS é promovido pela Prefeitura Municipal, DAAE, Secretaria de Estado da Cultura e Ararte.

O projeto é sempre aos domingos, na Praça da Fonte Luminosa. As atividades são gratuitas.

Confira a programação de domingo (3):

15h às 20h – Feira de artesanato

15h às 17h – Oficina de pintura infantil

16h – Grupo Uai! ” Oba! A Revista na Rua”

17h – Dança do Ventre, grupo Asparte, Academia Fit Action

18h – Quarteto Vocal Uniara

Compartilhe :

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Comad realiza II Semana Municipal de Políticas sobre Drogas nos dias 24, 26 e 27 de junho

Araraquarense se voluntaria em Canoas, RS

Dia do Orgulho Autista: Grupo promove pesquisas e informação sobre Autismo

Câmara aprova regras para funcionamento de painéis luminosos de propaganda

Araraquara tem a menor taxa de homicídios do Brasil entre as cidades com mais de 200 mil habitantes

CATEGORIAS