Casa da Mulher Paulista será inaugurada nesta sexta-feira (22)

0
62
Solenidade terá a participação do governador em exercício, Felicio Ramuth

Uma solenidade marcada para esta sexta-feira (22), às 11h, marcará a inauguração da Casa da Mulher Paulista “Luzia Conceição Pedroso Legramandi”, que fica na Rua Hélio Sigoli, 383, Jardim Adalberto Roxo. Na cerimônia, o prefeito Edinho receberá o governador em exercício, Felicio Ramuth, e a secretária de Estado de Políticas para a Mulher, Sonaira Fernandes.

A Casa da Mulher Paulista é um convênio celebrado com o Governo do Estado de São Paulo para a construção do prédio para a implantação do projeto Casa da Mulher Paulista, que objetiva o fornecimento de suporte jurídico e psicológico, qualificação profissional e acolhimento às mulheres.

A obra contou com um investimento total de R$ 940.667,23, sendo R$ 765.000,00 de repasse estadual e R$ 175.667,23 de contrapartida da Prefeitura. O prédio conta com um salão principal e palco destinados a conferências e cursos em geral, salas de atendimento, brinquedoteca, área de gastronomia, sanitários e depósito para manutenção e limpeza.

O projeto é vinculado à Secretaria de Políticas para a Mulher do Governo do Estado de São Paulo em parceria com a Secretaria Estadual de Governo e Relações Institucionais, prefeituras paulistas e outras entidades. Será um espaço dedicado à proteção, ao acolhimento, à capacitação e à orientação das mulheres em direção ao mercado de trabalho, além de fornecer suporte jurídico e psicológico para recuperação de autonomia e confiança. A unidade de Araraquara é a 10ª inaugurada no Estado.

A homenageada

Luzia Conceição Pedroso Legramandi nasceu em 5 de dezembro de 1947 em Guariba, filha de Maria Gonçalves Pedroso e José Pedroso. Casou-se em 1967, aos 20 anos, com Ângelo Legramandi, quando se mudou para Araraquara. Dessa união nasceram os filhos Carlos Alberto, Rosangela e Fernanda. Com seu coração bondoso, acolheu e criou como seus filhos Sebastião, Fábio, Flávio e Fabiana, filhos de seu irmão falecido muito jovem.

Aos 41 anos foi avó e ajudou na criação de seus três netos e nove bisnetos. Em 1980 se mudou com a família para o Selmi Dei, bairro que ainda estava em formação, com poucos moradores e muitas demandas, e a partir daí começou a mobilizar as pessoas para conseguir melhorias para o bairro. Com seu engajamento e facilidade em se comunicar, Luzia começou a reunir a vizinhança na sua residência e ouvir as propostas de cada morador, sistematizando-as e encaminhando-as para o poder público.

No atendimento às famílias, a situação de vulnerabilidade das mulheres e crianças era que mais a mobilizava. Além do engajamento socioassistencial, Dona Luzia se destacou também no campo da cultura, exercendo a presidência da tradicional Escola de Samba Gaviões do Selmi Dei no final dos anos 90.

A partir da sua trajetória inspiradora no trabalho social e voluntário, tanto em relação às demandas das pessoas e famílias, quanto às melhorias no bairro, Dona Luzia foi conduzida naturalmente à política, tornando-se secretária parlamentar de Marcelo Barbieri, onde deu continuidade às suas ações de solidariedade e engajamento em prol daqueles que mais precisavam.

Em 2004 foi acometida por um AVC, e mesmo em cadeira de rodas, Dona Luzia continuou sendo solidária e prestativa. Dona Luzia faleceu em 9 de julho de 2009, aos 61 anos. Após sua morte, seu marido Ângelo continuou seu legado, ajudando a todos e buscando acolher os mais necessitados. Ângelo faleceu em 25 de fevereiro de 2021.

Mês da Mulher

A inauguração integra a programação especial do Mês da Mulher promovida pela Prefeitura, cujo tema é “Mulheres pelo direito à cidade: Fortalecendo as políticas públicas, promovendo a igualdade, a segurança e a inclusão”.

A programação, totalmente gratuita, apresenta ações em várias frentes: shows, palestras, rodas de conversas, formação, jogos de basquete, ciclo de estudos feministas, exibição de documentário, inauguração da Casa da Mulher Paulista, clube de leitoras, oficina de defesa pessoal – entre outros. Confira as próximas atrações:

 

Programação em homenagem às mulheres 2024:

Sexta-feira (22/03)

9h – Inauguração da Casa da Mulher Paulista

Local: Rua Hélio Sigoli, 383 – Jardim Adalberto Roxo

19h – Clube de Leitoras “Nossas Vozes” – Desvendando os mistérios de “A Estrutura da Bolha de Sabão’, de Lygia Fagundes Telles

Mediadora: Rebeca Chibeni

Parceria: Nossas Vozes Clube de Leitoras    

Local: CRM – Centro de Referência da Mulher Professora Doutora Heleieth Saffioti (Avenida Espanha, 536 – Centro)

Sábado (23/03)

16h: Oficina de Defesa Pessoal Para Mulheres

Professor: João Gabriel Tomikawa     

Local: CRM – Centro de Referência da Mulher Professora Doutora Heleieth Saffioti (Avenida Espanha, 536 – Centro)

Terça-feira (26/03)

19h: Documentário: “Sob Constante Ameaça” e Roda de Conversa e de Escuta: “Mulheres Pelo Direito à Cidade Segura”

Mediadoras: Grasiela Lima (coordenadora de Políticas para Mulheres); Sálua Kairuz Manoel Poleto (secretária de Desenvolvimento Urbano); Vanessa Souza (especialista em Políticas Públicas de Enfrentamento à Violência; PLP)

Parceria: Secretaria de Desenvolvimento Urbano

Local: Biblioteca Municipal Mário de Andrade (Rua Carlos Gomes, 1729 – Centro)

Quarta-feira (27/03)

19h: Roda de Conversa e de Escuta “Sobre Elas Por Elas: a cidade que temos e a cidade que queremos” – Mulheres Jovens

Mediadora: Laís de Conti (Gerente – Centro de Referência da Mulher);

Parceria: Coordenadoria de Direitos Humanos/Assessoria de Políticas para a Juventude  

Local: CRM – Centro de Referência da Mulher Professora Doutora Heleieth Saffioti (Avenida Espanha, 536 – Centro)

 20h – CBI – Basquete Feminino – Sesi Araraquara x BAX Catanduva   

Local: Ginásio do Sesi Araraquara (Av. Octaviano de Arruda Campos, 686, Jardim Floridiana)

 Quinta-feira (28/03)

8h e 13h – Ação Formativa “O Papel da Educação Escolar na Prevenção e no Enfrentamento à Violência Doméstica”

Organizadora: Grasiela Lima (coordenadora de políticas para mulheres)

Parceria: Secretaria Municipal de Educação; Escola de Governo

Local: Secretaria Municipal de Educação (Av. Vicente Jerônimo Freire, 22 – Vila Xavier)

9h40 e 15h40 – Roda de Conversa e de Escuta “O que o 8 de Março tem a ver com a Juventude?”

Mediadora: Laís de Conti (gerente – Centro de Referência da Mulher); Igor Emidio (assessor de Políticas para a Juventude)

Parceria: Coordenadoria Executiva de Direitos Humanos/Assessoria de Políticas para a Juventude

Local: Centro da Juventude Enide Maria Fernandes de Aguiar Fracasso (Avenida Domingos Francisco de Paula, 395 – Jardim Pinheiros)

19h – Roda de Conversa e de Escuta “Sobre Elas Por Elas: a cidade que temos e a cidade que queremos” – Mulheres Surdas

Mediadora: Grasiela Lima (coordenadora de políticas públicas para mulheres)

Intérprete: Raquel Nogueira Chediek

Parceria: Coordenadoria de Direitos Humanos/Assessoria de Políticas para Pessoas com Deficiência

Local: CRM – Centro de Referência da Mulher Professora Doutora Heleieth Saffioti (Avenida Espanha, 536 – Centro)

Programação gratuita

SECRETARIA MUNICIPAL DE COMUNICAÇÃO
PREFEITURA DE ARARAQUARA

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.