Carnaval: Caia na folia sem esquecer os cuidados com a saúde física e mental

0
98

Dra. Andréa Ladislau (*)

Carnaval chegando. E para quem gosta de folia é o momento de relaxar e deixar de lado as preocupações cotidianas, seja dando vazão ao folião que existe dentro de cada um ou buscando a calmaria dos lugares tranquilos para relaxar.

Porém, seja qual for a opção, do ponto de vista psíquico, o carnaval tem uma função muito positiva, pois é o momento em que se deixa de lado a censura moral, social ou religiosa ou as culpas, para vivenciar aquilo que normalmente não nos permitimos.

Mas é de extrema importância que os excessos sejam evitados, para que não seja preciso conviver com consequências desagradáveis, trazendo desta forma um sofrimento que poderia ser evitado.

O que move o carnaval é a alegria, o riso, a gargalhada, a brincadeira, o humor, a música, o alto astral. Além disso, o carnaval também nos faz dançar, andar, pular, brincar. Nos exercitamos o tempo todo. E quais efeitos será que este estado de ânimo físico e de espírito gera no nosso corpo?

O exercício físico e o riso são terapêuticos. Quando estamos alegres e damos uma risada sincera, aberta, gostosa, contraímos os músculos da face, liberando endorfinas que promovem uma incrível sensação de bem estar físico e mental, além de fortalecer nosso sistema imunológico, nos deixando mais protegidos contra infecções e doenças. Também ajudam a abaixar os níveis da pressão arterial e contribuem para diminuir as possibilidades de infartos, anginas ou derrames.

Na área psíquica os efeitos são evidentes. As endorfinas levantam o astral, aumentam a autoestima e o bom humor e diminuem a irritabilidade, a impaciência, a tensão, a rigidez de atitudes, a ansiedade e o mau humor. E tudo gira em um ciclo: quanto mais exercício, alegria e bom humor, mais endorfina. Por isso, o carnaval faz bem para o corpo e, principalmente, para a alma.

Porém, é de extrema importância, seguir algumas dicas valiosas para que se possa aproveitar bem estes dias de folia, evitando problemas durante esse período e preservando seu corpo e sua mente neste período, como: saber como se alimentar e se hidratar corretamente durante a folia – opte por água, água de coco e comidas leves, de fácil digestão e nutritivas; manter o conforto acima da diversão; cuidar da pele e utilizar protetor solar; moderar no consumo de álcool; apostar em sapatos confortáveis para proteger seus pés de ferimentos e os joelhos dos impactos; roupas leves, de algodão – fique longe de tecidos sintéticos que esquentam mais; evitar ficar com roupas molhadas por muito tempo – podem provocar micoses; cuidar da saúde dos ouvidos e da voz, mantendo uma distância de pelo menos 10 metros da fonte sonora; usar protetores auriculares de silicone nas crianças; evitar gritar, falar muito alto ou cantar durante muito tempo.

Enfim, cada pessoa tem um limite e seu próprio de ser feliz. No entanto, não se deixar levar pela empolgação da multidão, preserve sua saúde da mente e do corpo sempre. O importante é descobrir qual é o seu limite e respeitá-lo. Aproveite os dias de carnaval, seja na folia ou no descanso, para também tirar um tempo para você e curtir as pequenas coisas da vida, atentando-se aos detalhes que nem sempre percebemos.

Divirta-se com responsabilidade e lembre-se: cair na folia é muito bom, mas sua saúde corporal e mental também tem que acompanhar de forma equilibrada e saudável.

(*) É Psicanalista

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.