Câmara aprova Moção de Apoio aos coletores de lixo

0
326

Documento sugere dar voz aos trabalhadores, que desaprovam modelo proposto

Na manhã da terça-feira (15), o Departamento de Água e Esgotos (Daae) oficiou a Câmara Municipal de Araraquara sobre a notificação extrajudicial da empresa Urban Serviços e Transportes, contratada responsável pela coleta de resíduos domiciliares, para que volte a operar com caminhões sem plataforma operacional ergonômica (estribos) pelos coletores.

Logo em seguida, um grupo de coletores solicitou uma reunião com o presidente da Câmara, vereador Aluisio Boi (MDB), para tratar do assunto. Os trabalhadores foram recebidos pelo presidente da Casa de Leis e por um grupo de vereadores, quando afirmaram que os modelos experimentados não surtiram bons resultados no desempenho do trabalho, demandando mais tempo, maior esforço dos funcionários e menor quantidade recolhida.

Araraquara produz diariamente 200 toneladas de lixo domiciliar e para a captação, de acordo com os profissionais que atuam diretamente na coleta, a retirada exige celeridade e, principalmente, praticidade no manuseio, o que não acontece sem o estribo;

“Todos os vereadores, que são os legítimos representantes da população, estão recebendo reclamações de moradores que temem o acúmulo de 200 toneladas de lixo nas ruas por dia. Os coletores têm um demonstrativo de que 97% dos munícipes aprovam o formato de coleta em vigor em Araraquara e disserem que nunca foram ouvidos no decorrer de toda a tramitação do processo”, ressaltou Boi.

Durante a 51ª Sessão Ordinária realizada na tarde de terça-feira, os trabalhadores tiveram espaço aberto pela Câmara Municipal, com participação na Tribuna Popular e colocaram o posicionamento da categoria, que quer ser ouvida e desaprova na íntegra os modelos sugeridos, preferindo, com a manutenção da determinação legal, deixar o emprego.

“Os coletores anunciaram a paralisação do recolhimento do lixo e algumas localidades já não foram atendidas no dia de hoje, por pura falta de condições, o que pode gerar uma verdadeira calamidade pública, com lixo nas ruas em pleno período de pandemia de Covid-19, agravada pela variante ômicron”, salientou o parlamentar.

Toda essa movimentação gerou a aprovação de uma Moção de Apoio ao movimento iniciado pelos coletores de resíduos domiciliares de Araraquara, que buscam solucionar o impasse no sistema de recolhimento do lixo. O Requerimento nº 168/2022 ainda sugere que o Poder Executivo, o Departamento Autônomo de Água e Esgotos, o Poder Legislativo e o Ministério Público do Trabalho deem voz aos trabalhadores em reunião a ser marcada de forma emergencial, para que a cidade não sinta os prejuízos de uma longa paralisação na coleta.

https://www.camara-arq.sp.gov.br/noticias/camara-aprova-mocao-de-apoio-aos-coletores-de-lixo,16-02-2022

(Comunicação Social – Câmara Municipal de Araraquara)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.