Câmara aprova investimentos para construção de unidades do Cras e Centro Dia do Idoso 

0
69
Foto Prefeitura: Centro de Referência da Assistência Social “Benedito Ruffino de Moura” – CRAS Yolanda Ópice.

Projeto de Lei beneficiará moradores de quatro bairros e ainda tem verbas federais para reforma e ampliação do Cras no Yolanda Ópice 

A Câmara aprovou em sua primeira Sessão Ordinária do ano, em votação por maioria simples, o Projeto de Lei nº 13/2024, que incluiu no orçamento do Município o valor R$ 12.540.407, que deve ser investido em obras de assistência social em diversas regiões da cidade.

A liberação das verbas havia sido anunciada durante a visita do ministro do Desenvolvimento Social e Assistência Social, Família e Combate à Fome, Wellington Dias, durante a abertura da Conferência Municipal de Assistência Social, que aconteceu em julho de 2023.

Foram firmados, ao todo, seis convênios com o Governo Federal que, inicialmente, previam a construção de dois Centros de Referência de Assistência Social (Cras) e dois centros para acolhimento, proteção e convivência de idosos em Araraquara. Porém, os contratos de repasse adicionaram ao pacote a reforma de um Cras e mais outro Centro Dia do Idoso, além do que já havia sido divulgado.

Todas as obras foram escolhidas nas plenárias do Orçamento Participativo (OP) e compreendem a construção de três Centros Dia do Idoso, que serão localizados no Valle Verde, Vila Nina e Jardim Cruzeiro do Sul. As novas unidades do Cras serão implantadas no Valle Verde (que atualmente funciona em um imóvel improvisado e ganhará uma sede própria) e no Jardim América. Além disso, a unidade do Cras do Yolanda Ópice foi contemplada com reforma e ampliação do prédio onde a população é atendida.

O líder do governo e vice-presidente da Câmara, Aluisio Boi (MDB) foi o responsável pela apresentação do Projeto de Lei e enalteceu a importância desta conquista, lembrando que as unidades de assistência social representam acolhimento às pessoas mais necessitadas e que isso é fruto da força política de Araraquara, combinada com o esforço da população, que elegeu as obras como prioridades nos bairros.

“Aqui é o início de uma mudança que a gente não sabe até quais pessoas vai chegar, mas que, com certeza, vai fazer a diferença na vida de quem que precisa de acolhimento”, finalizou o vereador.

(Setor de Imprensa – Câmara Municipal de Araraquara)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.