Beneficiários do “Filhos do Sol” participam de evento sobre o significado da Páscoa

0
196
Também foram entregues 60 ovos de páscoa para os jovens que participaram em cada turno da ação

Na última quinta-feira (6), no Centro da Juventude, os beneficiários do programa “Filhos do Sol” participaram de uma atividade sobre os diferentes significados da Páscoa nas diferentes culturas pelo mundo. Na ocasião, também foram entregues 60 ovos de Páscoa para os beneficiários dos dois turnos (manhã e tarde).

O secretário de Direitos Humanos e Participação Popular, Marcelo Mazeta, valorizou a iniciativa. “É um momento muito importante e significativo para os adolescentes e jovens beneficiários do programa. Primeiro, por promover a integração entre eles, a equipe técnica e todos os servidores que atuam com eles, e segundo por tratar especialmente do simbolismo da Páscoa, que abarca e mobiliza toda sociedade neste período”, comentou.

O assessor de Políticas para Juventude, Igor Emídio, também justificou a ação. “A Páscoa traz esse sentimento de transformação e essa é a bandeira que temos como prioridade com nossos beneficiários. Garantir que eles tenham a oportunidade de transformar suas vidas, que eles tenham seus direitos básicos garantidos e preservem essa data como um incentivo para continuarem a conquistar seu espaço na sociedade. Os ovos de páscoa são apenas um gesto de carinho e demonstração de afeto, mas uma área em que eles são bem carentes”, apontou.

A gerente do Centro da Juventude e do programa Filhos do Sol, Flávia Santana, falou sobre o conceito do encontro. “Celebrar a Páscoa possibilita refletir junto com os beneficiários a importância da resiliência e da esperança. Além da degustação do chocolate, ela significa a transformação e, para nós, trabalhar a ideia de que um futuro melhor é possível é nossa força motriz”, concluiu.

A atividade também contou com a participação de Gabrielle Oliveira, gestora do Centro da Juventude.

O “Filhos do Sol”

O “Filhos do Sol” é executado e gerido pela Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social e pela Secretaria de Direitos Humanos e Participação Popular, por meio da Coordenadoria Executiva de Direitos Humanos. Para a inserção no programa, os adolescentes e os jovens devem apresentar condições de extremo risco pessoal e social, além de aceitarem o retorno à educação formal, quando não concluída, bem como consentirem na inclusão nas ações ofertadas pelo programa e no plano de acompanhamento pactuado com os serviços que deram origem ao encaminhamento. O programa abrange pessoas que não estão incluídas pelo “Jovem Cidadão”.

O repasse dos recursos financeiros é efetuado mediante cartão bancário. Os beneficiários recebem cartões de vale-transporte para fins de participação nas ações ofertadas pelo programa. A concepção do programa ocorreu de articulação da Prefeitura com a Vara da Infância e Juventude e do Idoso da Comarca de Araraquara, Ministério Público do Estado de São Paulo, Defensoria Pública e Câmara Municipal de Araraquara.

 
SECRETARIA MUNICIPAL DE COMUNICAÇÃO
PREFEITURA DE ARARAQUARA

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.