Arrastão contra a dengue recolhe 14 toneladas de materiais inservíveis

0
92
Ação foi realizada nas regiões do Jardim Indaiá, Jardim São Rafael, Jardim dos Oitis e Jardim Boa Vista
 
No último sábado (9), os agentes de controle de vetores da Vigilância Epidemiológica, os agentes comunitários de saúde e os atiradores do Tiro de Guerra de Araraquara realizaram um arrastão contra a dengue nos bairros do Jardim Indaiá, Jardim São Rafael, Jardim dos Oitis e Jardim Boa Vista, de onde foram retirados mais de 12 toneladas de materiais inservíveis dos quintais das residências, de terrenos e de áreas de mananciais. Como o trabalho não foi concluído no sábado, as equipes retornaram àquela região nesta segunda-feira (11) e o material recolhido nos dois dias soma aproximadamente 14 toneladas recolhidas nessa operação.

O prefeito Edinho, que acompanhou a ação no Indaiá no sábado juntamente com a secretária de Saúde Eliana Honain, falou sobre a importância desse serviço. “Estamos trabalhando muito para vencer a dengue. Eu acredito que o povo de Araraquara, que está vencendo a Covid-19, também é capaz de vencer a dengue. Sabemos que 80 por cento dos criadouros dos mosquitos estão dentro das residências, por isso estamos percorrendo os bairros todos os dias, recolhendo aquilo que pode se tornar um criadouro. Sempre digo que a Prefeitura não pode ter um fiscal dentro e cada casa, por isso é preciso da colaboração de cada um para vencermos essa epidemia”, explicou.

Os trabalhos foram realizados no período da manhã e contaram com a participação das secretarias de Saúde, Meio Ambiente, Obras e Serviços Públicos, Administração, Cooperação nos Assuntos de Segurança Pública e também do Departamento Autônomo de Água e Esgotos (Daae). A ação, que contou com a participação de cerca de 100 servidores municipais e 50 atiradores do Tiro de Guerra, consistiu em uma varredura por possíveis criadouros dentro das residências, com vistoria e retirada de materiais que possibilitem acúmulo de água.

Esse foi o segundo arrastão realizado neste mês de abril. O anterior ocorreu no dia 2, sábado, e passou pelos bairros Jardim Adalberto Roxo e do Jardim Veneza, de onde foram retirados mais de 10 toneladas de materiais inservíveis dos quintais das residências, de terrenos e de áreas de mananciais daquela região.

Mais informações podem ser obtidas pelo telefone da Ouvidoria da Vigilância Epidemiológica, que é o 0800-7740440, ou no WhatsApp da Prefeitura, o (16) 99760-1190.

Atuação das equipes

Nesta terça-feira (12), as equipes de combate à dengue realizarão trabalhos de vistoria casa a casa no Valle Verde, Jardim Tabapuã, Selmi Dei I e Selmi Dei III. Outros serviços que serão realizados nesta terça são a nebulização, que passará pelo bairro do São Geraldo, e o fumacê, que será aplicado pela manhã no Jardim Europa e à noite no Jardim das Estações.

As ações fazem parte da atuação da Prefeitura no sentido de intensificar os serviços voltados para a contenção da epidemia de dengue na cidade. O trabalho consiste em bloqueio aos criadouros do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue e outras doenças como zika, chikungunya e febre amarela, além de orientações de prevenção.

Números da epidemia

Segundo a Vigilância, no ano de 2022 foram registrados 2.836 casos confirmados de dengue. Foram 150 casos em janeiro, 688 casos em fevereiro e 1.863 em março. Neste ano, seis óbitos causados pela dengue foram registrados em Araraquara.

Os sintomas de dengue são febre, dor no corpo, dor de cabeça, dor atrás dos olhos e manchas pelo corpo. No momento em que o paciente procurar o atendimento, ele deve levar RG, Cartão SUS e um comprovante de endereço com CEP.

Atendimento

O Centro de Atendimento de Dengue funciona no hospital de campanha, diariamente, inclusive finais de semana e feriados, das 7h às 21h. E todas as unidades de saúde do município também atendem casos suspeitos de dengue – os postos funcionam de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 16h30, e as UPAs, 24 horas por dia.

Vale acrescentar que a UPA da Vila Xavier, que desde o início da pandemia de Covid-19 atendia exclusivamente casos da síndrome gripal, já retomou o atendimento de outras patologias, inclusive dengue.

 
SECRETARIA MUNICIPAL DE COMUNICAÇÃO
PREFEITURA DE ARARAQUARA

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.