Araraquara participa de encontro de políticas públicas de economia solidária em Natal-RS

0
89

Feira Nordestina de Agricultura Familiar e Economia Solidária (FENAFES) ocorreu de 15 a 19 de junho

Entre os dias 15 e 19 de junho, a cidade de Natal-RS sediou a 1ª edição da Feira Nordestina de Agricultura Familiar e Economia Solidária (FENAFES), que teve a participação dos nove estados do Nordeste e instituições de todo o Brasil. Dentro de sua programação, o evento contou com o Encontro Nordeste da Rede de Gestores de Políticas Públicas de Economia Solidária, realizado entre 15 e 17 de junho. Na ocasião, Araraquara foi representada pela coordenadora executiva de Trabalho e de Economia Criativa e Solidária da Prefeitura de Araraquara, Camila Capacle.

A reunião teve como objetivo a sensibilização de governos e prefeituras para o fortalecimento de políticas públicas voltadas para a economia solidária visando o enfrentamento dos desafios em tempos de crise nacional e mundial com o aumento da fome e perdas de direitos sociais. A economia solidária como estratégia de desenvolvimento local e sua municipalização foram temas debatidos no encontro.

Na ocasião, os participantes de todo o Brasil debateram a articulação em rede das políticas públicas com foco no Nordeste e também com experiências de outras regiões do país. “O evento reuniu cerca de 30 gestores e gerou uma vasta troca de experiências e fortalecimento da economia solidária”, explicou a coordenadora de Economia Solidária da SETHAS do Governo do estado do Rio Grande do Norte, Lidiane Freire, anfitriã do encontro.

Araraquara bem representada

Camila Capacle, que representou as políticas públicas desenvolvidas por meio da Secretaria de Trabalho, Desenvolvimento Econômico e Turismo da Prefeitura de Araraquara, faz parte da coordenação executiva da Rede de Gestores representando a região Sudeste do país e esteve presente no encontro, onde relatou a experiência da cidade. “É preciso ressaltar o papel central do chefe do executivo, o prefeito Edinho, que entende a economia solidária como uma política pública estruturante e investe no segmento como alternativa de geração de trabalho, renda e desenvolvimento local sustentável. Edinho é o prefeito da economia solidária”, apontou.

A coordenadora ressaltou também o importante apoio do secretário da pasta, o vice-prefeito Damiano Neto, e da equipe técnica da Coordenadoria Executiva de Trabalho e Economia Criativa e Solidária (CETECS) em nome das gerentes Flávia de Jesus Andrade e Ana Patrícia Ferreira da Silva. Em sua exposição, Camila mostrou a importância da economia solidária como política de desenvolvimento local, o histórico da EcoSol, que existe na cidade desde 2001, e salientou a importância do marco legal regulatório, orçamento público próprio e equipe técnica com formação em economia solidária. Também explicou sobre a criação da Incubadora Pública de Economia Criativa e Solidária (IPECS) do programa Coopera Araraquara e da relação intersetorial com demais secretarias e programas do município. Por fim, falou das sete cooperativas e três associações incubadas, do papel das compras públicas para a economia solidária e das feiras de economia criativa.

Rede de Gestores

A Rede Nacional de Gestores de Políticas Pública de Economia Solidária é uma articulação de políticas de economia solidária que envolve prefeituras e governos estaduais para proporcionar intercâmbio, interlocução, interação, sistematização, proposição de políticas públicas governamentais e realização de projetos comuns para o fomento e desenvolvimento da economia solidária. O objetivo da atuação é também qualificar a proposição de ações desenvolvidas a partir dos órgãos de governo para este segmento. Sua composição inclui uma Coordenação Nacional da Rede de Gestores de Políticas Públicas de Economia Solidária e cinco regionais.

A programação

Os participantes acompanharam a abertura oficial da I FENAFES no dia 15 de junho com autoridades dos estados da Federação e parceiros. Na mesa de debates do dia 16 de junho, com o tema “Políticas públicas de economia solidária: desafios e perspectivas”, participaram a secretária do Trabalho e EcoSol do Maranhão, Lília Raquel Silva Souza (Secretaria do Trabalho e Economia Solidária do Maranhão); o superintende de Economia Solidária da Bahia, Milton Barbosa de Almeida Filho (Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte da Bahia); a subcoordenadora de Economia Solidária do Rio Grande do Norte, Lidiane Freire (Secretaria de Trabalho, Habitação e Assistência Social); e o professor Dr. Roberto Marinho Alves da Silva da UFRN (Universidade Federal do Rio Grande no Norte).

Na mesa do dia 17, que teve o tema “Economia Solidária, Desenvolvimento local e Municipalização da política pública”, participaram da mesa Uilson Souza (Prefeitura de Lauro de Freitas-BA), Camila Capacle (Prefeitura de Araraquara-SP) e Edson Anilo (Prefeitura de Barcarena-PA), com mediação da subsecretária de Economia Solidária do Estado do Maranhão, Jordânia Freire. No período da tarde houve uma apresentação da Rede de Gestores coordenada pela Maria da Penha da prefeitura de Joinville (SC) e uma rodada de troca de experiências entre todos os participantes do encontro.

SECRETARIA MUNICIPAL DE COMUNICAÇÃO
PREFEITURA DE ARARAQUARA

Deixe uma resposta