Após 48 horas, animais de grande porte resgatados irão para adoção

0
73

O vereador Aluisio Boi dialogou com a terceirizada sobre o funcionamento do trabalho

O Projeto de Lei Complementar (PLC) nº 17/2021, que altera a Lei Complementar nº 827, de julho de 2012, estabelece regras para a retirada de animais de grande porte resgatados e cria o protocolo de captura, esterilização e devolução.
A proposta decorre de solicitação da Coordenadoria Executiva de Bem-Estar Animal, tendo por objetivo alterar a Política Municipal de Proteção aos Animais, de forma a estabelecer que os animais de grande porte resgatados em razão da atuação da Coordenadoria, deverão ser retirados pelos donos no prazo de 48 horas, sob pena de seu posterior encaminhamento à adoção.
Como trata-se de algo muito novo, o presidente da Câmara Municipal de Araraquara, vereador Aluisio Boi (MDB), recebeu em seu gabinete, na tarde de sexta-feira (22), Alessandra Siciliano, proprietária do Canil Siciliano, instituição que ficará responsável pelos cuidados com os animais de grande porte resgatados, para saber como o trabalho vai funcionar na prática. “Temos visto muitos animais abandonados ou maltratados. Com a proibição dos animais para serviços pesados, muitos foram rejeitados, às vezes até por falta de recursos. Por isso, foi feita essa licitação, para que profissionais possam dar o atendimento merecido aos animais de grande porte, que são levados ao Pinheirinho”, frisou Boi. (Comunicação Social – Câmara Municipal de Araraquara)

Deixe uma resposta