Aplicativo de transporte de pessoas de Araraquara tem sido notícia internacional

0
305

Vereador Rafael de Angeli (PSDB) intermediou, desde o início, formação da cooperativa de motoristas, que conta com mais de 12 mil araraquarenses cadastrados

Desde o início deste ano, Araraquara passou a contar com seu próprio aplicativo de transporte privado urbano, o que tem sido destaque em diversos portais e meios de notícias no Brasil e no mundo. Oferecido pela Cooperativa de Transporte de Araraquara (Coomappa), o Bibi Mob tem como objetivo melhorar as condições de trabalho dos motoristas, que sofrem diariamente com uma série de obstáculos encontrados no exercício da função, além de oferecer um serviço de qualidade para a população araraquarense.

A existência da plataforma na cidade foi intermediada pelo primeiro secretário da Mesa Diretora da Câmara Municipal, vereador Rafael de Angeli (PSDB). Em agosto de 2021, o parlamentar mediou reunião de cooperados e idealizadores da iniciativa com a Prefeitura, para apresentação da ideia do novo aplicativo e de melhores condições de trabalho para a categoria. As reivindicações apresentadas no encontro foram formalizadas em documentos, por meio das indicações 3.597, 3.690 e 3.691/2021.

Angeli tem sempre acompanhado e apoiado a formação e o desenvolvimento dos motoristas, já que, em 2017, criou a Lei Municipal nº 9.261, aprovada em 2018, que regulamentou o serviço de transporte privado de passageiros, como Uber e 99, um divisor de águas no serviço de transporte de passageiros na cidade.

Recentemente, o parlamentar esteve na sede da Coomappa, reunido com a presidente e o diretor comercial, Kátia Anello e Anderson Allan Corrêa. No encontro, os integrantes da cooperativa falaram sobre a evolução do aplicativo na cidade.

De acordo com Kátia, já são mais de 12 mil usuários na plataforma, que conta com cerca de 300 motoristas. A presidente reforçou que há mais de 700 cadastros de motoristas que ainda estão aguardando a aprovação. “Há o interesse, mas é necessário providenciar a documentação de modo a garantir a segurança para passageiro e condutor”, explicou.

Por que priorizar o cooperativismo?

A partir da união da categoria, é possível a prática da economia solidária, um conjunto de atividades econômicas – de produção, distribuição, consumo, poupança e crédito – organizadas sob a forma de autogestão. Nesse modelo, o retorno financeiro para o próprio cooperado cresce consideravelmente.

No Bibi Mob, o repasse do valor da corrida ao motorista é de 95% sobre o que o usuário paga, diferentemente de outros aplicativos comerciais, que chegam a repassar menos de 60%. Corrêa ainda explica que existem parcerias voltadas às famílias do cooperado.

Os 5% restantes são utilizados para a sustentação da plataforma, bem como a oferta de um suporte humanizado para usuários e condutores.

Quem deseja ser um cooperado, deve pagar a cota única no valor de R$ 130, que atualmente está saindo pela metade do preço, R$ 65. Há também uma mensalidade no valor de R$ 50. De acordo com Kátia, as receitas são importantes para a manutenção da cooperativa.

Angeli acredita que o aplicativo Bibi Mob e a Cooperativa Coomappa não podem ser palco para politicagem. “Desde o início, nosso mandato está junto ao projeto com um único objetivo: construir um ambiente justo para motoristas e passageiros em Araraquara. Outros agentes públicos, no Brasil e fora dele, estão conhecendo somente agora o movimento da Coomappa e querem ser ‘o pai da criança’, tamanha a repercussão positiva que a plataforma está proporcionando. Tanto o Bibi Mob quanto a cooperativa só existem pela força, persistência e organização do coletivo de motoristas em nossa cidade”, explica e finaliza o vereador. (Comunicação Social – Câmara Municipal de Araraquara)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.