A região não aguenta pagar tanta multa por passar dos 70 ou 80 quilômetros por hora.

A bronca, plenamente justificada, vem de Matão, Boa Esperança, Gavião Peixoto, Nova Europa, Américo, Santa Lúcia e demais cidades que, invariavelmente, têm no comércio de Araraquara o seu ponto de apoio. Isso é bom para a cabeça-de-região.

Mas, a vontade de faturar demonstrada por tantos radares colocados nas principais vias de Araraquara afugenta os consumidores. Passou dos 70, multa no motorista em se considerando o sistema viário urbano. Passou dos 80, tendo em vista a rodovia Araraquara-Gavião Peixoto que atende Boa Esperança e Nova Europa, multa no motorista.

“Será que o prefeito Edinho conseguiria ficar nos 80 nessa rodovia?, indaga um morador de Gavião cujo amigo foi multado em mais de 500 reais. Que adianta fracionar o pagamento? Ora, está faltando sensibilidade às autoridades do setor araraquarense, disseram.

Capitão-comandante, vamos pensar no contexto da difícil realidade? O certo é que, para quem tem que lutar para conseguir renda para ficar em pé, neste momento de escassez, a multa representa um pontapé na canela.

Compartilhe :

No data was found
ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Edição 2024 do programa “Escolinhas de Esportes” supera marca de 7 mil alunos

Boletim Diário número 74 – de 13 de junho de 2024

Em 17 meses, Governo de SP investiu R$ 90 mil por dia em obras na rede pública de ensino na região Central

Gordura no fígado afeta 3 a cada 10 pessoas no mundo  

A crescente judicialização da saúde e o rol taxativo da ANS

CATEGORIAS