A proteção de animais

Na abertura da 1ª Conferência Municipal de Proteção e Defesa dos Animais, prefeito Edinho Silva ressaltou a guarda responsável.

“O abandono de animais é algo que precisa ser debatido. A Prefeitura investe R$ 2 milhões por ano em animais abandonados. Animal não é brinquedo que pode ser descartado. O processo de construção de uma nova cultura não é algo simples. A conferência é um passo importante para que as políticas públicas propiciem uma nova consciência”.

"A população diz o que é necessário para proteção animal. A participação popular é pilar da nossa administração”, disse Edinho.

PIONEIRISMO

O coordenador de Atenção Especializada da Secretaria de Saúde, Edison Rodrigues Filho, destacou que a conferência foi um ato pioneiro. “Poucas cidades fizeram conferências dessa temática. É a primeira conferência na história da cidade”, pontuou.

DIA ESPECIAL

Para o presidente do Conselho Municipal de Proteção e Defesa dos Animais, Sebastião Aparecido Barbosa, foi um dia ímpar. “A conferência é fundamental para estabelecer as diretrizes para um tratamento melhor aos animais, fundamentar as leis que vão nos nortear”, explicou.

MAIS CÃES

A professora doutora Rosangela Ribeiro Gebara, graduada em Medicina Veterinária e Zootecnia pela USP e especialista em Bem-Estar Animal pelo Cambridge E-Learning Institute, ministrou uma palestra.

A professora lembrou que os lares brasileiros possuem mais cães (52,2 milhões) do que crianças até 12 anos (44,9 milhões). Segundo ela, o problema dos animais abandonados é complexo e sua solução passa pela união entre poder público, ONGs, entidades, médicos veterinários, veículos de comunicação e cidadãos comuns. “É uma mudança de cultura. Isso leva 10 ou 30 anos para mudar”.

Compartilhe :

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Hepatites virais: Brasil tem mais de 750 mil casos confirmados

Casa Paulista tem 2.485 cartas de crédito disponíveis na Região Administrativa de Ribeirão Preto

EL realiza inscrições de curso sobre Transtorno do Déficit de Atenção e Hiperatividade

Sesi Araraquara joga pelo bicampeonato da Liga de Basquete Feminino

Handebol feminino conquista 7º lugar no Brasileiro

CATEGORIAS