A juventude está em crise ou evolução?

0
189

O autoconhecimento ajuda jovens a responderem questões interiores e a terem uma melhor perspectiva e ideia sobre o futuro

João Gonsalves (*)

Agitado, confuso e sem tempo: essas são algumas das definições que cercam a adolescência. Fatores como o vestibular, o inicio dos desafios de uma vida adulta, a autoescola, universidade, trabalho e dinheiro, provocam no jovem uma inquietação. Esta gama de decisões é normalmente provocada no adolescente através da pressão dos pais, amigos e até mesmo do próprio ambiente social.

Essa pressão, se cultivada ao longo do tempo, desencadeara uma possível depressão – segundo pesquisas do ministério da saúde, cerca de 30% dos adolescentes que passam por essa fase apresentam transtornos emocionais. João Gonsalves acredita que a chave para lutar contra esta pressão é o autoconhecimento que desvenda mistérios da vida daquele que busca uma sabedoria interior e, consequentemente, pode desvendar questões da sociedade também’’, afirma.

Para conseguir focar e decidir algo, Gonsalves afirma que: “Ao invés de classificar como certo ou errado, você pode simplesmente perguntar: Isto gera harmonia ou desarmonia em minha vida, eu quero isso para mim e meu futuro ou não quero”. Para o Terapeuta, tanto nos adolescentes como em todas as idades, ‘‘olhar para dentro e questionar com a mente aberta sobre a contribuição pessoal na realidade que se vive, pode ser a fonte da consciência de que possuímos autonomia sobre nossas vidas e somos nós quem definimos o que somos, o que queremos ter, fazer ou ser’’.

Para responder questões interiores, João Gonsalves orienta a prática e o estudo sobre a busca pelo conhecimento interior, o autoconhecimento, aprofundando os questionamentos profundos do ser individual.

(*) É Terapeuta e Assessor de Autoconhecimento – E-mail: joaodedeusjd@uol.com.br – Site: https://joaogonsalvesautosofia.com.br/

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.