A Cultura em Diálogo

"Para lidar consigo mesmo, use a cabeça; para lidar com os outros, use o coração".

Bom dia. Piadas foram feitas para divertir as pessoas. Elas geralmente são frutos de imaginações férteis, criativas. Na mais das vezes, surgem de nosso cotidiano. Mas, atualmente, os fatos reais estão se tornando verdadeiras piadas. Vejam que absurdo! As TVs de nosso país veicularão, em tempo real, o julgamento daquela pobre menina (não tenho outro adjetivo para qualificá-la), Suzane von Richthofen. É isso mesmo… depois de assassinar seus pais, brutalmente, ela vai virar estrela por um dia. Isso não é uma piada???

Estive pensando em falar com o Carlos, meu marido, todos sabem que ele sempre foi "o homem do comercial", de televisão. Quem sabe seria um ótimo negócio viabilizar o patrocínio para esse "maravilhoso e dantesco" evento televisivo. Imaginem: "Não percam o julgamento de Suzane von Richthofen… um oferecimento Casas Bahia, Kaiser, Nestlé e Vivo". Só rindo mesmo… ou talvez chorando!

Agora leiam essa: (pior que é verdade).

AGORA UMA NOTÍCIA DE ÚLTIMA HORA:

Começa hoje a campanha de Marcos Willians Herbas Camacho. MARCOLA PRESIDENTE!

Vejamos se efetivamente esse "distinto cidadão" não está abalizado para o cargo. Vamos aos fatos.

Só em 3 dias, entre tantas coisas, Marcola:

– reduziu o trânsito;

– retirou os camelôs das ruas;

– reduziu a carga horária de trabalho (sem reduzir o saldo do final do mês);

– aumentou o contingente de policiais nas ruas;

– mobilizou os deputados;

– aumentou o poder da fé entre as pessoas;

– potencializou o ambiente para uma subida do dólar e auxiliou os exportadores;

– permitiu que as famílias jantassem juntas, tirando as crianças das ruas e os jovens da noite;

– baixou a taxa de roubos;

– uniu opositores na briga por um mesmo objetivo;

– fez os direitos humanos e o ministério público visitarem as prisões e acabou com a revolta.

Sem contar, que ele assume que é ladrão. Não propõe acordo, nem dança comemorando a pizza.

Bom, se do celular, escondido, e sob ameaça física, fez tanto, imagina de um suntuoso gabinete!

Meus amigos: é ou não é uma grande piada? Mas uma verdade seja dita: desde o início da civilização brasileira, nenhum político conseguiu tal mobilização. SENHORES POLÍTICOS – Por que não tirar dessa triste piada uma lição?

Vamos falar de coisas boas. Vejamos o bom exemplo dos alunos Helena L. Viviani, 5ª série B e Lucas G. Alves, 5 ª série D, do E. E. João Manoel do Amaral. O trabalho que eles fizeram, talvez não mobilize nem a sua sala de aula. Com certeza não será divulgado em cadeia nacional. Mas é puro, sincero e uma verdadeira lição de bons costumes.

Leiamos os trabalhos, pela ordem: Helena (O barulho da água) e Lucas (Água).

O barulho da água.

que mais me encanta

e a alguns espanta

é o barulho da água

que cai com a chuva

que vem do mar

e na piscina faz chuá.

Tenho medo de (só de pensar)

esse barulho não mais escutar

se a água do mundo acabar.

Água

A água é o líquido mais

precioso que existe no universo,

mas existem

inconseqüentes que

teimam em acabar com ela.

A água é o combustível

da máquina "ser humano".

Vamos cuidar bem dela,

para vivermos longos anos.

A água é a melhor bebida

que podemos ingerir.

Essa é a fonte preciosa

que não podemos poluir!

As poesias integram os trabalhos desenvolvidos pelos alunos da E. E. João Manoel do Amaral, durante a "IV Semana da Água/2006".

Na ocasião, a escola toda esteve envolvida no projeto: "Água: Recurso Natural que move o mundo", cujo objetivo foi informar, conscientizar e estimular mudanças de comportamento, atitudes em favor da água. Além de concurso de poesia sobre o tema, houve também elaboração de cartazes, maquetes, músicas, excursão à "Estação de Tratamento de Água e Esgoto", palestra e reflexão sobre a máxima: "COLHEMOS AQUILO QUE PLANTAMOS. HÁ OS QUE PREFEREM PLANTAR A INDIFERENÇA; OUTROS, A VIDA, A ESPERANÇA E A CERTEZA EM DIAS MELHORES, PARA AS GERAÇÕES PRESENTES E FUTURAS."

Agora, uma piada de verdade. Afinal ninguém é de ferro!

O Japonês e o Boyzinho

Um boyzinho andava na estrada com a sua Ferrari novinha, quando, de repente, um motoqueiro japonês o ultrapassou e gritou:

– Conhece moto Kawasaki?

Furioso, o boyzinho acelera mais e ultrapassa o japonês.

De repente, o japonês começa a crescer no retrovisor. Quando ele está bem ao lado do boyzinho, grita:

– Conhece moto Kawasaki?.

O boyzinho pisa fundo, faz as curvas sem frear e o ultrapassa. Quando está alcançando o japonês, este perde o controle da moto e sai rolando pelo chão.

Desesperado, o boyzinho pára o carro e vai ver o que aconteceu com o japonês. Quando chega, ele está quase inconsciente e balbucia:

– Conhece moto Kawasaki?

– Conheço! – responde o boyzinho – Mas isso não é hora pra brincadeiras, cara!

– Não é brincadeira… Eu só queria… que você me dissesse… onde fica o freio!

"Se nos preocuparmos demais conosco mesmos, não nos sobrará tempo para os demais".

Desejando fazer contato celp@terra.com.br

Até a próxima semana.

Profª Teresinha Bellote Chaman

Compartilhe :

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Escola do Legislativo da Câmara promove curso sobre TDAH

O Brasil na crise do clima

A vida é assim mesmo

Biden joga a toalha. Recomeça a corrida presidencial nos EUA

Forme-se em Inteligência Artificial

CATEGORIAS