A cada recém-nascido em Araraquara, uma árvore será plantada

0
130
Foto: Tetê Viviani - Prefeito Edinho durante projeto de plantio de árvore na região do Jardim Igaçaba.

Prefeitura lançou nesta segunda-feira (8) o projeto “Nasce uma criança, planta-se uma árvore”; na primeira etapa, 1.279 mudas de árvores foram plantadas

A Prefeitura, por meio da Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade, lançou na manhã desta segunda-feira (08) o projeto “Nasce uma criança, planta-se uma árvore”, que tem objetivo de plantar uma muda de árvore a cada nascimento de uma criança em Araraquara.
O projeto, que possui parceria com o Grupo São Martinho (Unidade Usina Santa Cruz) e com a Poty Companhia de Bebidas, foi instituído por projeto de lei do então vereador José Carlos Porsani, em setembro de 2020. Porsani atualmente é secretário de Meio Ambiente e Sustentabilidade.
Nesta primeira fase do projeto, 1.279 mudas de árvores serão plantadas — esse é o número de crianças nascidas na cidade entre setembro de 2020, quando a lei foi criada, e fevereiro deste ano. Segundo a lei, a muda de árvore será entregue aos pais da criança em até 90 dias após o nascimento e será plantada em local apropriado indicado pela família.
Nesta segunda-feira, as primeiras mudas foram plantadas em uma área que margeia o Córrego das Cruzes, na Avenida Fernando Bazolli, no Jardim Igaçaba, com presença do prefeito Edinho e de outras autoridades.
“O grande conceito do século XXI é o saneamento ambiental. E este projeto lançado hoje vai ficar para a história, pois vincula o plantio de uma árvore ao nascimento de uma criança. Cada pai ou cada mãe saberá que o filho que nasceu também gerará uma árvore”, afirma o prefeito Edinho.
“É o início de um programa que será perene, permanente, ampliando a conscientização ambiental dos nossos moradores. A cidade precisa crescer e se desenvolver, mas preservando os recursos naturais. Parabéns a toda a Secretaria de Meio Ambiente e aos parceiros pela realização do projeto”, complementou.
O secretário José Carlos Porsani agradeceu às empresas parceiras no plantio das mudas de árvores (São Martinho e Poty) e ao 1º Cartório de Registro Civil e ao 2º Cartório de Registro Civil, que colaboraram no levantamento das informações sobre o número de recém-nascidos em Araraquara.
“Este projeto vai ficar marcado para todas as crianças que nasceram a partir daquela data [de aprovação da lei]. São 3.100 crianças nascidas até outubro deste ano. Hoje são 1.279 mudas plantadas. Vão faltar 1.821, mas nós já temos essas mudas e vamos continuar o plantio enquanto a chuva vai nos abençoando”, explicou Porsani.
A vereadora Fabi Virgílio (PT), representando a Câmara Municipal, alertou sobre a importância da preservação da natureza e destacou que tanto crianças quanto árvores representam vida. “Não tem como prover vida sem o meio ambiente. A Câmara Municipal tem compromisso com a sustentabilidade e é uma aliada de vocês na preservação do meio ambiente”, disse.
O promotor de Justiça da área do Meio Ambiente em Araraquara, José Carlos Monteiro, parabenizou a Prefeitura pela iniciativa. “Estou muito feliz por ver esse projeto. O Ministério Público estará sempre presente não só fiscalizando, mas também apoiando qualquer iniciativa que diz respeito ao meio ambiente e ao bem-estar da sociedade. O meio ambiente necessita do apoio do poder público e da população”, declarou.
Também estiveram presentes o vereador Paulo Landim (PT); o secretário de Cooperação dos Assuntos de Segurança Pública, coronel João Alberto Nogueira Júnior, além de coordenadores e gestores municipais; o superintendente do Daae (Departamento Autônomo de Água e Esgotos), Donizete Simioni; a diretora executiva da FunGota (Fundação Municipal Irene Siqueira Alves – Maternidade Gota de Leite), Lúcia Ortiz; o diretor do Departamento Regional de Saúde (DRS 3), Jeferson Yashuda; e conselheiros do Comdema (Conselho Municipal de Defesa do Meio Ambiente). (Secretaria de Comunicação – Prefeitura de Araraquara)

 

Deixe uma resposta