JORNAL DE ARARAQUARA
  • Fundado em 1991
  • Diretor: Geraldo Polezze
  • Vice-diretora: Marilene Volpatti
  • E-mail: redacao@jornaldeararaquara.com.br
ENTRE EM CONTATO

ABERTURA DE EMPRESAS

Pequenos negócios podem oferecer renda e emprego

O emprego tem sido um dos temas mais recorrentes da campanha eleitoral. Não é pra menos, os dados do IBGE indicam que 14 milhões de brasileiros estavam nas ruas procurando emprego na última semana de setembro, 14,4% da população economicamente ativa.

A socióloga Edna Martins, candidata a vereadora, em Araraquara, defende que o Poder Público crie um ambiente favorável ao empreendedorismo individual, às micro empresas e pequenos negócios familiares.

"Essa semana eu conheci a Cláudia e a Lívia, mãe e filha moradoras do Adalberto Roxo. Ambas estão buscando se colocar no mercado. A primeira faz salgados e a segunda tem formação como esteticista. Com uma pequena ajuda inicial, elas podem começar seu próprio negócio em casa", observou Edna Martins.

Universidades e organizações civis de bairro, por exemplo, podem trabalhar em parceria utilizando ferramentas com a internet. É possível usar a internet para venda de serviços e produtos artesanais. Ás vezes, tudo que as pessoas precisam é de uma pequena ajuda, criar uma marca, embalar e vender o seu produto pela internet, especialmente agora por causa da pandemia.

A socióloga afirma que há um número preocupante de famílias dependentes exclusivamente de auxílio governamental ou da ajuda de amigos e familiares. "A perspectiva é que o emprego formal demore a se recuperar. Nossa alternativa é criar um ambiente favorável ao empreendedorismo de pequenos negócios", afirma.

Edna defende a criação de um fórum permanente de empreendedorismo no município. "Temos que ser práticos, especialmente para facilitar os pequenos negócios que têm mais dificuldade na hora de formalizar a sua empresa e, no entanto, geram muitos empregos".

Edna também defende a criação Parque Tecnológico de Araraquara, um projeto desenvolvido em parcerias com várias entidades de Araraquara como a CIESP e que já foi, inclusive, aprovado pelo governo do Estado.

O Parque Tecnológico funcionaria como uma espécie de incubadora de empresas de tecnologia, serviços e produtos de alto valor agregado.

Edna defende ainda que o município tenha uma política agressiva de captação de recursos, investimentos públicos e privados. Para isso, a cidade precisa de maior penetração política nas esferas de governo estadual e federal.

"Estive a frente do escritório de Desenvolvimento Regional de Araraquara e acompanhei a formatação de vários projetos interessantes da secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico e órgãos como o Banco do Povo e agência Investe SP. Tudo isso podemos trazer para Araraquara", afirmou a socióloga e praticante de inserção de trabalhadores.

"Edna Martins alerta que a cidade pode se utilizar desses programas para trazer créditos para pequenos negócios e soluções para facilitar e desburocratizar o processo de formalização de negócios e abertura de novas empresas".

(Campanha 2020 - e-mail: campanhaedna2020@gmail.com)