JORNAL DE ARARAQUARA
  • Fundado em 1991
  • Diretor: Geraldo Polezze
  • Vice-diretora: Marilene Volpatti
  • E-mail: redacao@jornaldeararaquara.com.br
ENTRE EM CONTATO

AGRADECIMENTO DA SANTA CASA

Desde o lançamento da campanha, arrecadamos R$ 2,5 milhões. Escrevemos a carta para agradecer às famílias Lupo, Cutrale, Ometto/Grupo São Martinho e Raia; empresas que contribuíram diretamente ou por meio de seus colaboradores, enfim, para agradecer à população.

Esse montante equivale a 50% dos recursos recebidos do Governo Federal, para custeio de exames e tratamento covid-19.

Em segundo lugar, em consonância com a transparência, os R$ 2,5 milhões arrecadados permitiram abertura de 10 leitos de UTI Adulto, com 10 respiradores de última geração, aumentando capacidade em terapia intensiva de 18 para 28 leitos, e mais 12 leitos de enfermaria destinados unicamente para tratamento de covid-19. Mas, novas instalações produzem novos custos: profissionais, medicamentos, manutenção de equipamentos etc. Parte desse valor vem sendo utilizado para o custeio desses 22 leitos. Falando sobre reabilitação...

Sublinhamos eficiência da Santa Casa de Araraquara.

De acordo com a Associação de Medicina Intensiva Brasileira (Amib), a taxa de mortalidade em UTIs da rede pública chegou a 38,5%. Na SANTA CASA DE ARARAQUARA essa taxa de mortalidade (até 18/8) está em 21,64%, ou seja, 43,79% abaixo da média nacional e muito perto da taxa de mortalidade em UTIs da rede privada, 19,5%.

POSITIVO NA TRISTEZA

O covid-19 causou mais de 110 mil óbitos no Brasil, com diversos profissionais de saúde na lista trágica. A pandemia acelerou um processo que já estava em andamento: reaproximação entre SANTA CASA DE ARARAQUARA e a Comunidade.

A adesão à campanha #EspalhandoSolidariedade revela reconhecimento ao profissionalismo da gestão hospitalar. Recursos tecnológicos, pessoas e processos que incidem diretamente sobre o nível de qualidade assistencial e comprometimento com o propósito maior da instituição: salvar vidas!

MAIS VIDAS

A ciência disponível não permite previsões sobre cenários de curto e médio prazos. Nada, até o momento, indica que essa fase será breve ou fácil. Ao contrário, custará a vida de muitos, incluindo profissionais de saúde que não se omitem no front. Eles põem a missão do cuidado acima de sua própria vida. Por isso, agradecemos também nesta carta a todos os colaboradores do hospital.

A solidariedade é um remédio que não trata causas. Ela ameniza os sintomas. A solidariedade da população de Araraquara tem sido decisiva para enfrentar essa guerra de maneira conjunta, minimizando seus drásticos efeitos.

Muito obrigado