JORNAL DE ARARAQUARA
  • Fundado em 1991
  • Diretor: Geraldo Polezze
  • Vice-diretora: Marilene Volpatti
  • E-mail: redacao@jornaldeararaquara.com.br
ENTRE EM CONTATO

LUTAM CONTRA O DESTINO

(*) Ricardo Luiz Veiga Lopes

Aqueles que desconhecem o significado das vicissitudes da vida afirmam: "A vida é um enigma". Ou podem dizer: "Refleti muito acerca do destino do homem e cheguei à conclusão ser o destino já definido e imutável". Realmente, para essas pessoas, a vida é um enigma e as vicissitudes humanas não têm finalidade nem sentido. Mas se elas se esforçaram, enfrentando corajosamente as adversidades da vida, reconhecemos o seu valor, sentimos respeito por elas e não poupamos elogios. A própria atitude de lutar contra as dificuldades proporciona à pessoa certo grau de adestramento espiritual e a fortalece. Esse tipo de força moral também é necessário.

Se essas pessoas, mesmo não possuindo noção acerca do sentido e da finalidade das vicissitudes da vida e ignorando as leis que regem as existências deste mundo, têm conseguido viver uma vida digna e proveitosa, tenho certeza de que, se elas tivessem tais conhecimentos, poderiam viver uma vida muito mais digna. Não há dúvida de que, se essas pessoas conhecessem as leis do mundo invisível aos olhos, ou seja, as leis do mundo da mente, e vivessem conforme elas tornar-se-iam protagonistas de uma vida grandiosa. O mundo da mente é o mundo das causas. Este mundo objetivo é o mundo dos efeitos. O primeiro é espiritual e o segundo material: espiritual prevalece sobre a matéria e age de modo a influenciar o mundo material.

(*) O engenheiro é preletor da Seicho-No-Ie.