JORNAL DE ARARAQUARA
  • Fundado em 1991
  • Diretor: Geraldo Polezze
  • Vice-diretora: Marilene Volpatti
  • E-mail: redacao@jornaldeararaquara.com.br
ENTRE EM CONTATO

Na Mesa do Editor

gepol

01- ECONOMIA SOLIDÁRIA é denominação que o prefeito Edinho se vale para mostrar um jeito de colaborar para a saída da crise. Não existe novidade, interessam a ação concreta, os resultados para a comunidade. Vale dizer, a execução é valiosa para usar mão de obra que está ociosa.

02- EMPRESA COMUNITÁRIA foi o gancho de trabalho para usar pessoas, em 1981, quando reunimos um grupo (lembro da presença do Décio Francisco da Rocha), a fim de expandir a ideia do empreendedorismo. Na época pensamos em empresa de meias, existia ambiente para multiplicar ações junto em nossa comunidade. Muda-se o título e que venha trabalho criativo e consistente.

03- DEFINIÇÃO NÃO É NOVA, portanto, mas, é pertinente abrir espaço para o prefeito-sociólogo: "A economia solidária é estruturante e pode estabelecer uma nova forma de organização da produção de riqueza, geração de trabalho e renda. Os programas sociais são auxílio em momento de dificuldade, a fim de alcançarmos o cooperativismo".

04- MS SPORTS ESTÁ CHEGANDO para dar ânimo à nossa Ferroviária, de tantas lutas e histórias bonitas. Foi apresentada aos 51% de acionistas da AFE para escrever novos capítulos que honrem a tradição do time burilado pelo Antonio Tavares Pereira Lima.

05- QUEM SÃO OS INTEGRANTES da empresa que investe, mesmo sabendo que será minoria? Evidentemente haverá trabalho para atingir, pelo menos, 50%. Em eventual briga de acionistas não se pode desgarrar a história afeana. Falando-se em acionistas, bom dia Milton Cardoso!!!

06- FICOU DE INFORMAR OS ACIONISTAS MAJORITÁRIOS de nosso time. Só ficou, prometeu e não cumpriu. Ainda hoje tem gente que se lembra do episódio e cobra nomes. Dizem até que existe um acionista gigantesco, mas, quem é o aludido senhor detentor da grana?

07- FERROVIÁRIA É DA CIDADE, razão pela qual se deve cobrar um pouco mais de luz. Existe uma história que precisa ser levada na devida conta. Milton, cadê os acionistas? Por que o manto para encobrir a verdade da empresa que tem muito a ver com nossa gente?

08- PLANO MARAVILHOSO está sendo anunciado pelos novos acionistas. Tudo será transformado dentro dos próximos 5 anos. Ferroviária não é um time qualquer e exige transparência. Não pode ocorrer o passa-mão como nas cadeiras cativas. Foram adquiridas da AFE e o prefeito na hora de comprar, de transformar o campo em Arena, não deu a mínima atenção. Até hoje se pergunta: onde ficaram as cadeiras cativas?

09- CONSCIÊNCIA NEGRA foi comemorada e alguns pontos deveriam ser reprisados durante o ano. Gostamos da síntese que está nesta edição: INTERESSA A CONSCIÊNCIA HUMANA. E com ela a generosidade entre as pessoas de bem.

10- RACISMO DEVE SER DENUNCIADO. Basta telefonar para o 100, até sem identificação. Não aceite provocação e tente viver em paz. A somatória dos esforços humanos permite vislumbrar um mundo melhor. OBRIGADO aos que chegaram até aqui e bom final de semana.