JORNAL DE ARARAQUARA
  • Fundado em 1991
  • Diretor: Geraldo Polezze
  • Vice-diretora: Marilene Volpatti
  • E-mail: redacao@jornaldeararaquara.com.br
ENTRE EM CONTATO

INTERNAUTA

SOCIALIZAÇÃO DO PREJUÍZO

Com a greve dos caminhoneiros, também o comércio de Araraquara teria tido um prejuízo de R$ 50 milhões. Como trabalhador do comércio observei que muitas mercadorias não chegavam, poucos compradores nas ruas. Sem contar que tivemos que abaixar as portas no protesto de quarta-feira desta semana. Somos todos caminhoneiros, mas o prejuízo foi grande. (Marilda)

FALTA DE SENSIBILIDADE

Todos os araraquarenses vão arcar com aumento na taxa de água (2,68%) e mais de 2,68% na de Resíduos Sólidos. Gente, nós brasileiros não aguentamos trabalhar para pagar aumentos daqui e dali. Não vamos esquecer o aumento que os 11 vereadores deram ao IPTU. Vamos sentir na carne, em 2019, quanto pagaremos desse IPTU. Não dá, renovação total em tudo no ano 2020. A começar pela Câmara de Vereadores. E quanto ao Daae, convenhamos: prefeito Edinho não é hora de aumentar nada! (Claudia)

QUEM É CULPADO?

Corre pela cidade que a situação da Prefeitura é lamentável. Só com a folha de pagamento metade da receita líquida. Ora se não houvesse aquele dito extra aos funcionários que não estão mais na ativa, garanto que a folha ficaria num terço da receita. É por esse e outros motivos que o País não vai para frente. Começa pelos municípios que só querem mordomias e todo mundo quer ser funcionário público, com prefeito bonzinho. Que mortal brasileiro ganha acima de 10 mil reais, além de políticos e executivos bem postados? Regalias, com dinheiro do povo. (Norberto)

CATEGORIA COM A FAIXA

A greve dos caminhoneiros serviu para mostrar ao Brasil o quanto o País é refém de uma categoria. Com certeza merece respeito, mas, bem que poderia existir transporte por ferrovias e imensidão de rios... É que inaugurar ferrovias e rios não dá voto. Agora com a normalidade os políticos não deixarão as mordomias para pagar reivindicações dos caminhoneiros. De jeito nenhum. Tanto que já no dia seguinte da greve tivemos aumento na gasolina. Não parece que é para mostrar que eles mandam e nos temos que obedecer calados? O Brasil infelizmente não tem jeito, todos querem levar vantagem. (Carlos Alberto)

SEM COMBUSTÍVEIS

Com a paralisação dos caminhoneiros, Araraquara também ficou sem combustíveis, gás de cozinha e supermercados com grandes claros nas prateleiras. Assim os preços foram aumentados astronomicamente e o povo pagou! Fica a pergunta: quem cobrou a mais, nesse momento socialmente grave, não é do mesmo naipe de políticos que aprontam o que todos sabemos? Nos Estados Unidos, quando de furacões, faltam mercadorias e o comerciante não aumenta preço e nem a população desabastece os supermercados. Cada pessoa leva um pouco para não faltar ao seu vizinho. O mesmo ocorre no Japão quando de terremotos ou tsunami... o comerciante vende mais barato ou faz doação. O povo brasileiro tem muito o que aprender. Levar vantagem deveria ser crime, com multa pesada. (Janete)