JORNAL DE ARARAQUARA
  • Fundado em 1991
  • Diretor: Geraldo Polezze
  • Vice-diretora: Marilene Volpatti
  • E-mail: redacao@jornaldeararaquara.com.br
ENTRE EM CONTATO

Ministério Público de Ofício?

Ao que consta, é regra: MP age ao ser acionado. É necessário ser instado a uma resposta. A questão: por ofício ou pela imprensa é possível, factível? Parte de nossa gente entende MP como "advogado do povo" e, dessa forma, espera-se providência para que a totalidade de nossa imprensa não seja exterminada. Rede Social é cômoda aos políticos: falam sem se preocupar com resposta, sem pensar em contraditório.

Mas, isso faz bem ao estado democrático de direito. A comunidade é satisfeita em sua vontade.

Na Rua 9 de Julho esquina da Av. Brasil um prédio comercial estampa comunicação em nome de uma lotérica da Rua São Bento. Pode isso? Pode, em Araraquara ao longo dos últimos anos s.m.j. para sugar a energia da imprensa profissional que ousa perguntar e até discordar de pessoas que estão temporariamente no poder. Cabe ao MP mostrar que defender a imprensa é defender o direito constitucional de informação aos cidadãos.

Poluição visual. Numa das últimas edições do J.A. faixas esticadas no prédio de um banco no cruzamento da Av. Duque com Rua 3. Fatos anunciados pertenciam à história. Nem um tempestivo. Agora, passada uma quinzena, faixa quilométrica da prefeitura, no Paço Municipal, sobre Dia Mundial da luta contra Aids (Dia 1º de Dezembro). Tudo bem para sublinhar o pouco caso na explosiva poluição visual. Sorte a do prefeito que trabalha com vereadores sem muita autonomia ou sensibilidade para entender dimensão do mandato.