JORNAL DE ARARAQUARA
  • Fundado em 1991
  • Diretor: Geraldo Polezze
  • Vice-diretora: Marilene Volpatti
  • E-mail: redacao@jornaldeararaquara.com.br
ENTRE EM CONTATO

M.P. aceita denúncia contra Edinho

Para o Promotor Raul de Mello Franco Júnior, conteúdo das peças publicitárias, contratações envolvidas e despesas públicas relacionadas à campanha devem ser investigadas. Em ofício ao vereador, diz o M.P. que a publicidade da Administração Pública deve se restringir a atos, programas, obras e serviços, tendo caráter educativo, informativo e de orientação social. A denúncia de Chediek afirma que peças publicitárias representaram campanha de desinformação, não possuíam comunicação de obras ou serviços prestados, "fundaram-se em dados comparativos deturpados e omitiam informações relevantes; veicularam conteúdo ideológico semeando discórdia no meio social".

INVESTIGAÇÃO

Além de acatar representação do vereador, o promotor Raul acrescentou que "a campanha sugere ter sido lançada com o propósito de minimizar o desgaste político gerado pela proposta e, ao mesmo tempo, mobilizar a opinião pública, como instrumento de pressão social sobre os membros do Legislativo". Além disso, "exacerba (ultrapassa a) figura do alcaide (prefeito), apresentado como defensor dos pobres, catalizador da insatisfação popular contra os privilégios de classe e uma espécie de justiceiro disposto a capitanear a investida contra as classes média e alta, concentradas nos condomínios de luxo".

Chediek defende que "não se pode manipular a opinião pública e promover o ódio entre classes sociais". (Chico de Assis - chefe de TV Câmara)