JORNAL DE ARARAQUARA
  • Fundado em 1991
  • Diretor: Geraldo Polezze
  • Vice-diretora: Marilene Volpatti
  • E-mail: redacao@jornaldeararaquara.com.br
ENTRE EM CONTATO

LINEU CARLOS DE ASSIS

decepcionado com voto do vereador Porsani que foi decisivo na aprovação do novo IPTU que ninguém sabe efetivamente de quanto será, procurando honrar seus mais de 550 eleitores, sai do PSDB porque não admite prefeito comandando as ações dos legisladores, os verdadeiros fiscais do povo!

A ADMIRAÇÃO

- Nutri pelo PSDB ao longo do tempo, uma admiração muito grande. Votei em COVAS no primeiro turno na fatídica eleição de 1989, eleição em que o mais contestado político de todos os tempos, da história do nosso país, LULA (vide condenação e processos que responde e responderá), perdeu, mas guindou um collorido, por demais conhecido, a presidência de nosso país.

- Votei em AÉCIO (ainda não estava veiculada a sua outra discutível face), JOSÉ SERRA, GERALDO ALCKMIN, MACRIS, MASSAFERA... e outros.

A FILIAÇÃO

Continua Lineu Carlos de Assis: "fui convidado por PORSANI, fiquei feliz... iria para um partido ao qual admirava.

A CANDIDATURA

- Fui candidato a vereador nas últimas eleições, obtive 553 votos oriundos de pessoas que conhecem minha forma de ser, meu caráter. Foi uma campanha sem clientelismo, sem dar nada em troca, sem dar cesta básica, camiseta, ou qualquer sorte de moeda. Uma campanha em que não deixei de desenvolver os meus trabalhos profissionais por um segundo que fosse. Para se ter uma ideia, 15 dias antes das eleições estava em Bauru a trabalho, 7 dias antes, em Lins também a trabalho.

Não devo nada ao partido... ele eventualmente me deve.

MEUS 553 VOTOS

Logicamente ajudaram o partido a ter uma bancada de 4 (quatro) vereadores (2016): a maior na história do partido em nossa cidade. Antes tivemos 2 (dois) vereadores (2012) e também 2 (dois) em 2008.

Em todos os momentos, preferi praticar a NOVA POLITICA e não a VELHA, RANÇOSA E MENTIROSA.

DECEPÇÃO NACIONAL

- AÉCIO é suposto bandido.

- FHC tem sido omisso, nunca se posicionou contra nada de errado nesse pais, sempre que pode defende LULA, permanente testemunha de defesa. Assim foi recentemente na LAVA JATO. Ainda na convenção nacional de 9 de dezembro jogou pró ele.

- SERRA, ALUISIO NUNES, GOLDMAN e muitos outros, cheios de velhas e condenadas ações políticas registram a falta de atitude partidária.

A omissão permanente...EM CIMA DO MURO, cada vez mais vivo e acentuado, associado ao novo rótulo de acolher alguns supostos BANDIDOS.

O partido se tornou um verdadeiro puxadinho (muleta, escada...) a serviço dos diversos executivos, em nível nacional, estadual e municipal.

A DECEPÇÃO LOCAL

- O voto no escuro de PORSANI sobre aumento do IPTU foi a gota d'água. Inconcebível neste momento econômico que vivemos a cidade e seu povo pagarem essa conta. O tempo mostrará rapidamente as consequências negativas que advirão desses atos políticos.

- Mesmo sendo meu padrinho na filiação partidária, não direi amém a atitudes erradas nem a ele e nem a ninguém - e ele errou... errou muito. Não poderia ter votado a favor, se o detalhamento do projeto não havia sido apresentado. Irracional seria, portanto, votar favorável em algo obscuro, sem informação, ou seja, uma "armadilha".

A COBRANÇA JUSTA

- Além de pessoalmente não aceitar atitudes erradas, fui cobrado e com todo o direito, por muitas das pessoas que votaram em mim.

- Sempre fui muito crítico em minha vida e não seria agora, quando as coisas erradas acontecem ao meu redor, que me acovardaria e encobriria. Como lema de vida, CERTO É CERTO... ERRADO É ERRADO... doa a quem doer.

- A cidade e sua população foram colocadas de lado, o ato isolado prevaleceu. O partido sai manchado.

NA HISTÓRIA

- O que prevalecerá nesse aumento do IPTU é que o PSDB foi o fiel da balança na aprovação, um projeto obscuro... sem a mínima clareza, graças ao voto de PORSANI.

- Infelizmente não prevalecerão na história os votos coerentes de ELTON NEGRINI e RAFAEL DE ANGELI.

A DESFILIAÇÃO

- Diante dos fatos só me cabe requerer a desfiliação. A filosofia partidária no todo, me decepcionou.

- O que aprendi desde meu berço, com meus pais, em relação a ética, correção, conduta de vida, ficou espelhado que não existem nesse partido.

- Ressalto, no entanto, que temos ilustres figuras nas esferas nacional, estadual e municipal e isso tem que ser dito (não cito nomes para não cometer injustiças ao eventualmente esquecer alguns).

- Mas a filosofia do partido, no todo, e de muitas pessoas grande maioria - que o compõe, me desagrada, repito, não vai ao encontro do que aprendi desde meu berço, com relação a ética, correção e conduta de vida.

LINEU CARLOS DE ASSIS